Dia do Estudante

Caderno

Saudades talvez ou uma reflexão, a foto é do meu primeiro caderno em sala de aula e naquele longínquo 1987 se chamava a 1ª Série do 1º Grau.

Não frequentei o pré-escolar, fui alfabetizada em casa. Havia uma tradição familiar na época que consistia em colocar vários objetos lado a lado na mesma proporcionalidade ao alcance das crianças que completavam 2 anos de idade. Valia tudo: talheres, ferramentas, objetos de decoração representando bonecas, carros, aviões, artigos para produção de artesanato e costura, lápis, borracha e uma caneta, uma simples Caneta BIC sem nenhum atrativo, mas foi ela que eu peguei e não larguei mais. Diziam que este seria o objeto de trabalho do futuro adulto e reconheço que acabou dando certo comigo e com muita gente.

Lá fui eu, com a canhota rabiscando paredes, cadeiras, mesas e tudo que havia pela frente e assim começaram também meus primeiros rabiscos no papel. Em 1994 meu primeiro emprego não poderia ser outro: atendente em uma papelaria. Soava quase óbvio tal era meu amor por cadernos, livros e todos os artigos de papelaria e escritório.

Também naquele ano de 1994 eu estava me formando datilógrafa como já comentei nesta postagem. Em 1996 já era hora da informática e com certeza a maioria dos leitores nem imaginam o que eram o MS-DOS e o QUATTRO-PRO, mas vamos deixar eles esquecidos lá no passado.

Em 1997 eu me formava Técnica em Contabilidade tendo até ai estudado 11 anos integralmente no ensino público, um ensino tão distante do atual que parecem há 100 anos de distância.

Estudei numa “escola isolada” municipal, assim se chamava na época. Haviam apenas duas salas e era normal duas turmas de séries diferentes estarem ao mesmo tempo em sala de aula: uma virada para um lado e outra para o outro, com um quadro em cada parede e a mesma professora se revesava para dar aulas diferentes no mesmo ambiente. Não houve nenhum problema quanto a isso, cada um sabia o que tinha que fazer e conseguíamos desenvolver o que se esperava de nós.

A partir da 5ª série fui para outra escola, a “básica”, estadual, onde completei o primeiro grau. O segundo foi um “colégio estadual” e foi onde fiz o curso técnico.

As diferenças, além das matérias: religião, preparação para o trabalho, educação moral e cívica eram muitas.

Não se ganhava o uniforme escolar nesta época, ele tinha que ser comprado em lojas do município e os pais eram responsáveis por isso. Como a maioria de nós éramos pobres e morávamos em simples casas de madeira, onde se tinha que dormir com o cobertor sobre o rosto mesmo no verão para não comer “farinha dos cupins”, havia uma troca intensa entre os vizinhos: os maiores iam deixando o uniforme para os menores e como eram idênticos para meninos e meninas (blusa branca, bermuda e calça azuis e a saia de prega só nos eventos especiais) usei roupa de “menino” e minhas roupas “de menina”, exceto as saias também serviram e bem para meninos. Ninguém via nenhuma maldade ou humilhação nisso, era assim, todos se entendiam e se havia alguém extremamente pobre, rifas ajudavam a comprar o uniforme “inicial”, depois todos faziam parte do mesmo rodízio.

Não haviam muros ou portões, no máximo muros de contenção de barrancos. As escolas eram áreas abertas, livres, qualquer um poderia chegar nas portas das salas, conversar conosco na hora do recreio e observar toda movimentação do local. Íamos estudar a pé ou bicicleta e os pais só nos levavam quando tinham que falar com a professora ou em caso de doença, porque estudávamos mesmo com gripe, dor de barriga, dor de cabeça. A professora se tornava a enfermeira e ela mesma diagnosticava se não havia mesmo condições de ficarmos e então pedia para alguém ir chamar os pais ou ela mesmo levava o aluno até em casa, se morasse próximo.

Em 11 anos de estudos não lembro de nenhuma reforma nas escolas, com exceção dos danos causados por inundações ou vendavais. Tudo era feito para durar, da telha a tinta, havia boa qualidade no todo. Se, por acaso, um aluno causasse prejuízo à escola, os pais eram chamados e responsabilizados, todos ficavam sabendo e eram repreendidos para que nunca fizessem igual.

ping pong

Se algo sumia na sala, todas as mochilas eram revistadas até encontrar o “ladrão” e este tinha que devolver o objeto de furto (geralmente uma figurinha de chicletes da Coleção Ping-Pong), pedir desculpas e assumir que nunca mais voltaria a fazer aquilo. Dado o fato e devolvido ao dono legítimo, todos voltavam a brincar juntos como se nada tivesse acontecido.

Se havia bullyng? Este nome nem existia mas sim, havia. Todos tinham apelidos e às vezes, irritantes. Se falasse ou fizesse uma “besteira”, era “zoado” por um bom tempo, ou era implantada uma “greve de amizades”, deixando aquela pessoa isolada por um tempo, mas entre uma choradeira aqui e umas risadas ali, ninguém ficou traumatizado e teve problemas futuros por causa disso.

No caso de desrespeito ao professor ou violência ao colega, havia a expulsão. Os pais eram chamados e convidados a levar seu filho para outra escola. Eu presenciei como aluna apenas um fato: um colega trouxe um esqueiro e colocou fogo no cabelo da colega que sentava à frente. Rapidamente o fogo foi apagado e não houve grandes danos mas foi mais que o suficiente para no outro dia ele, chorando muito, vir despedir-se de nós para todo sempre da vida escolar.

Nunca vi os pais desrespeitaram os professores em suas resoluções por vezes bem duras, muito menos os diretores. Havia um respeito muito grande, estes eram tidos como autoridades e caso dissessem algo, eles tinham razão, os alunos não. Não vi injustiças serem praticadas mas vi muita participação dos pais, que em caso de “anotação no caderno” chamavam a atenção dos filhos para seguirem as regras.

Ninguém era aprovado automaticamente, pelo contrário, se não alcançasse a média 7,0 em todas as matérias, mesmo que faltasse somente 0,5 ponto em uma delas, repetia o ano inteiro  e não havia matéria com menor ou maior importância, todas tinham o mesmo peso. Reprovar era simplesmente o fim do mundo. Não passei na pele, mas sofri junto com colegas que ficaram “para trás”.

Hoje em dia quando vejo a violência contra colegas e professores, depredação das escolas, irresponsabilidade dos pais e dos alunos sem compromisso com o aprendizado, irresponsabilidade pública com instalações inadequadas e até vergonhosas, penso em quanto todos estão perdendo, estas pessoas e a sociedade, que não valorizam o bem principal depois da saúde: o conhecimento.

Ainda bem que há oásis por toda parte, gente comprometida, gente que gosta de ver toda gente melhor, evoluindo e gente que quer aprender, pensar melhor com a mente expandida, ser melhor.

mapa mundi

Repito em todas as conversas sobre a solução dos problemas da humanidade, especialmente do Brasil: quando tivermos um povo com educação de verdade, teremos um país melhor. Que seja a educação sensata, sem ideologias, sem condicionamentos, que não seja vazia e que desperte em cada um o amor pelo conhecimento, o respeito pelo semelhante, a criatividade para resolver problemas e dinamizar o dia a dia e sobretudo, que nos faça ver que o caminho certo é mais longo, mas é e sempre será o  melhor, o nome deste caminho é honestidade, que em mentes conscientes formam uma sociedade com igualdade e felicidade.

Feliz Dia do Estudante!

eu

Sarahah

Você conhece o aplicativo sensação do momento?

Com ele você manda mensagens anônimas para a pessoa que disponibilizar seu link Sarahah que em árabe significa “franqueza”, ou seja, você diz para a pessoa o que realmente pensa sobre ela.

A ideia é boa, serviria para dizer aquelas verdades que às vezes não temos coragem para dizer, o problema é que infelizmente as pessoas poderão utilizar para ofensas e aí, o aplicativo não durará muito.

Por enquanto estou feliz esta é a primeira mensagem anônima que recebi:


E então, o que você gostaria de me dizer?

É só clicar na imagem!

O Que Eu Aprendi Com Você

flor pedra

Sempre estive consciente de tudo. Não houveram promessas, planos, juras de amor ou qualquer atitude que pudessem elevar aqueles momentos ao status de relacionamento. Sim, eu sabia que era uma aventura e que não poderia me iludir, fantasiar, cobrar nada…

De repente me sentia outra e me surpreendia sentindo o que já considerava impossível. Aos poucos fui tirando a armadura que de tão dura, me afastou de mim mesma e que me escravizou em um mundo cinza onde o comprometimento em manter a rotina era a única certeza que me mantinha na ilusão do conforto.

Me vi abrindo exceções, sentindo borboletas dentro de mim, ao invés das eternas lagartas. Quis me tornar mais afável, não tão rígida e falar sobre coisas boas aos invés de martelar os infortúnios da vida e do mundo.

Finalmente me olhei no espelho novamente, quis me ver e me vi bonita independentemente das marcas do tempo, dos problemas e de estar vivendo uma ilusão.

Sem saber você estava me libertando das algemas do passado. Eu estava, finalmente, abandonando a menina decepcionada e fechada no casulo para me tornar uma mulher com desejos próprios acima da lei e da ordem, acima das próprias convicções, acima de tudo que poderia e nunca foi, acima do que me ensinaram a ser e eu sempre fui.

Me vi capaz de aceitar, de compreender, de abrir mão. Nos meus devaneios vivemos eternidades nos milésimos de segundo e eu fui feliz, simplesmente por te sentir respirar perto de mim.

Eu entendi que mesmo querendo conhecer o mundo e todas as suas maravilhas, que no meu desejo quase insano de viver, de ver, de colocar o pé na estrada e me surpreender após a próxima curva, a felicidade pode estar no lugar mais inóspito, assim como era meu coração antes de você. Basta chegar alguém que nos faça ver tudo diferente.

Obrigada por não saber definir entre desejo, paixão ou amor e poder sentir tudo misturado sem nunca chegar em uma conclusão e mesmo assim, valer a pena.

Obrigada por me fazer melhor, por me devolver à vida. Já não me importa o sofrimento, a tristeza, a perda e tudo mais que acontece ou pode acontecer. O que você me deu viverá para sempre em mim como um dos maiores tesouros que alguém pode receber.

Túnel do Tempo – I

tuneldotempo

Já em várias postagens falei sobre minha tia-avó, Irmã Eva. Apresentei um pequeno histórico de sua vida e seu primeiro livro, posteriormente seu segundo livro, além de outras menções.

Desde criança sempre gostei de guardar as lembranças. Fazia pastas e antes mesmo de me formar em datilografia organizava cartas, cartões, fotos e recortes de jornais e revistas anotando alguns dados e datas e arquivando.

Um dia desses me pego folheando estas pastas antigas e encontro duas preciosidades: cartões enviados à mim e minha família por minha tia:

Foi como entrar em um Túnel do Tempo. Eu escrevia cartas e ela respondia sempre que possível. As visitas eram raras, dado seu trabalho com o cultivo de plantas medicinais e o atendimento ao grande público que lhe procurava, então estes contatos eram preciosos.

Quando criança ela me presenteava com os cartões postais que recebia e eram dezenas. Após ler cada um, fazia um pacote e enviava por algum conhecido, além de roupas e plantas que distribuía entre a família.

Nestes cartões vê-se a preocupação quando sofri um acidente e fraturei a perna direita em 1997 e quando do falecimento de minha avó materna, sua irmã, em 1998.

Impossível não se emocionar e agradecer por ser sobrinha-neta desta pessoa que plantou muitas ervas na terra e muitas boas sementes na vida das pessoas.

Em postagem anterior postei sobre o Projeto de Lei para criação do Dia da Fitoterapia, a lei entrou em vigor em 17 de julho de 2013:

dia-fitoterapia

Também em 2003, um Selo Postal foi criado. Uma grande homenagem:

selo-irma-eva

Em 29 de novembro de 2004, foi inaugurado o Horto Irmã Eva Michalak, em Rodeio, SC, preservando e dando continuidade ao trabalho de toda uma vida:

horto

Já homenageada pelas companheiras de congregação, pelos admiradores de seu trabalho, pelo estado de Santa Catarina e aqui, humildemente, homenageada por mim na data em que se completam 105 anos de seu nascimento.

Mesmo tendo nos deixado há 10 anos, seu legado ficará para sempre!

Irmã Eva

Se você quiser usufruir um pouco desta sabedoria, o livro O Éden de Eva está disponível para baixar em formato *.pdf. Fica aqui o agradecimento à EPAGRI de Santa Catarina por disponibilizá-lo gratuitamente a todos.

Obrigada, tia!

Obs.: Tutorial para baixar o livro aqui.

New Nissan March 2017

march

Sou daquelas pessoas que ficam com o mesmo carro por mais de 5 anos, na verdade, até 10 anos. Sempre procuro um carro que caiba no meu bolso não só na compra, mas no consumo, abastecimento, documentação obrigatória, seguro e manutenção. O carro deve suprir as minhas necessidades e ponto final, não é uma questão de status.

Procuro comprar carro zero quilômetro desde o primeiro, no ano 2000, fruto de um consórcio em 60 vezes (e que não foi nada fácil de pagar). A garantia de fábrica (neste caso, de três anos) e a certeza do real estado do automóvel são os principais atrativos, independentemente da desvalorização imediata, o prazer de dirigir um carro novo esta agregado ao valor da compra e também é um diferencial que para mim importa.

Nestas coincidências que ninguém explica, todos os meus carros foram comprados no dia 24 de fevereiro (2000, 2010 e 2017) sem a pretensão de fazer desta forma. Procuro trocar de carro no mês de fevereiro, mas nunca com esta exatidão de data, enfim, há coisas sem explicação.

Visitei todas as concessionárias possíveis, havia uma inclinação para a FIAT, marca dos meus outros carros, mas, depois de muitas pesquisas e comparativos, fiquei com o New Nissan March na versão 1.0 SV.

Há um ditado que diz: “carro bom é carro novo”, então não estou aqui para encontrar problemas em outras marcas ou modelos de automóveis, até porque há uma infinidade de opções e o mais importante é que sua escolha seja adequada para seu dia a dia, sua família e seu bolso.

Nas características do New Nissam March encontrei interiormente:

◊ Câmbio manual de 5 marchas
◊ Acelerador eletrônico do motor (drive by wire)
◊ Ar-condicionado
◊ Ar quente
◊ Banco do motorista “Comfort Seat” com regulagem de altura
◊ Comando de áudio e telefone no volante
◊ Computador de bordo com as funções consumo instantâneo e relógio
◊ Console central com 3 porta-copos e porta-objetos
◊ Conta-giros e velocímetro com acabamento em prata
◊ Desembaçador do vidro traseiro com temporizador
◊ Direção elétrica progressiva
◊ Display digital de quilometragem total e parcial
◊ Para-sol com espelhos cortesia para motorista e passageiro
◊ Porta-luvas com tampa
◊ Porta-malas com iluminação
◊ Portas dianteiras com porta-objetos e suporte para garrafa
◊ Tomada de 12V integrada ao console central
◊ Travas elétricas das portas e do porta-malas
◊ Vidros dianteiros e traseiros elétricos com a função “one touch” para vidro do motorista
◊ Volante de três raios com regulagem de altura
◊ Acabamento preto da coluna central
◊ Acabamento em prata na manopla
◊ Acabamento em prata do painel central e das saídas de ar-condicionado
◊ Banco com costura dupla
◊ Botão cromado da alavanca do freio de mão
◊ Maçanetas internas de abertura das portas cromadas
◊ Airbags frontais para motorista e passageiro
◊ Alarme de advertência sonoro para chave no contato e lanternas acesas
◊ Apoios de cabeça dianteiros (2) e traseiros (2) com regulagem de altura
◊ Bloqueio de ignição através de imobilizador do motor
◊ Cintos de segurança dianteiros com pré-tensionadores e limitadores de carga
◊ Cintos de segurança traseiros laterais de 3 pontos retráteis e central de 2 pontos
◊ Rádio CD Player com função RDS, entrada auxiliar para MP3 Player/iPod®, conector USB e 4 alto-falantes
◊ Bluetooth streamming com comandos no volante

Exteriormente, um design muito bonito e:

◊ Chave com telecomando para abertura e fechamento das portas e do porta malas
◊ Farol de neblina dianteiro
◊ Retrovisores externos com regulagem elétrica
◊ Tampa de combustível com abertura interna
◊ Aerofólio com brake light integrado
◊ Detalhe da grade superior em V cromado
◊ Maçanetas externas na cor da carroceria
◊ Retrovisores externos rebatíveis
◊ Retrovisores externos na cor da carroceria
◊ Rodas de liga leve 15” e pneus 185/60 R15
◊ Freios ABS com controle eletrônico de frenagem (EBD) e Assistência de frenagem (BA)
◊ Limpador de para-brisa com 9 velocidades e controle intermitente ajustável
◊ Antena de teto
◊ Hatchback, 5 portas, 5 lugares, tração dianteira

*Fonte: Site Oficial Nissan

Além disso não abri mão da cor branca (♥), do insulfilm, calhas de chuva, automatizador de vidros e ainda quero colocar o engate para reboque, adequando assim ao meu uso.

As primeiras impressões são ótimas: bonito, compacto, bom rendimento de combustível e velocidade, ar condicionado eficiente, Bluetooth simplificado, espaço interno compatível com o que eu precisava, conforto ao dirigir e “ponto cego” bem menor que dos outros carros que possuí. O atendimento da concessionária na pré-venda, venda e entrega também foram ótimos, mas se você não conseguir decorar de primeira as funções do computador de bordo como eu, ai vai uma “colinha”:

Funções do Computador de Bordo do New Nissan March 2017

  1. Relógio (apertando o botão alguns segundos nesta função, é possível programar a hora correta – aperte e segure para começar a piscar, depois vá clicando para mudar a hora, espere um pouco para que comece a piscar o minuto e espere um pouco novamente para o relógio parar de piscar e pronto);
  2. Odômetro – mostra a quilometragem total percorrida pelo carro;
  3. Trip A – quando encher o tanque zerar esta função e então quando chegar à reserva do combustível ele dará o número de quilômetros que o carro fez com aquele tanque;
  4. Trip B – zerar e percorrer uma distância em que se quer ver quantos quilômetros tem. Para utilizar em uma viagem, por exemplo e saber quantos quilômetros percorreu da saída até o destino;
  5. Km/l – vai marcando quanto que o carro está consumindo por litro em tempo real naquela velocidade que se está dirigindo (sempre estará variando, é só uma base);
  6. AVG – média de consumo – zerar em cada abastecida para ver quanto o carro está fazendo por litro.

No Brasil, os impostos são chocantemente vergonhosos, praticamente 50% do automóvel é imposto (imposto na compra, imposto anual, imposto no combustível, pedágio) e nunca vemos o retorno deste dinheiro, pelo contrário: segurança zero, estradas em péssimas condições e burocracia imensa. Lamentável e revoltante.

Agora é curtir o carro, esperar o tempo passar e tirar novas conclusões sobre o automóvel em si, o pós-vendas, às revisões, manutenções e todo atendimento da Nissan.

Abençoado sejam os meus e os seus caminhos, hoje e sempre!

Semana de Habilidades Financeiras

Investimentos

No dia 17 de junho, se dará início a Semana de Habilidades Financeiras – 6ª Edição, treinamento 100% online e gratuito, onde será explicada na metodologia simples e descomplicada de João Mendonça, Contador e Bacharel em Ciência da Computação, Mestre em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP), como aprender Matemática Financeira com a Calculadora Financeira HP-12C.

Se você (como eu) não tem a calculadora, não há problema, é só baixar um aplicativo para seu Smartphone, super prático. No vídeo seguem algumas dicas. Estou, particularmente, usando este aqui:

Nesta página você pode fazer sua inscrição e receber as aulas por e-mail ou Whats App.

Site, Facebook e YouTube são os canais disponíveis para entrar em contato e acessar todo material disponibilizado.

Veja como é importante para sua vida desenvolver habilidades financeiras:

“Imagine você podendo, do ponto de vista financeiro, aceitar ou não uma proposta, ou ainda escolher entre as melhores propostas, ou, ainda mais, incrementar seus negócios fazendo cálculos de vendas e compras financiadas a prazo, ou avaliando e conferindo os seus investimentos, ou tomando decisões financeiras, enfim imagine você realizando cálculos financeiros em geral.

Ao longo de 18 anos que ensino Matemática Financeira, pude presenciar a transformação que o conhecimento de Matemática Financeira trouxe aos meus alunos. O que antes era imaginação para cada um, tornava-se realidade.

Sou um apaixonado por finanças. Mas, a minha maior paixão, é poder ajudar as pessoas a desenvolver suas habilidades financeiras.

É por isso que elaborei o Programa de Matemática Financeira para Negócios. É um programa gratuito, em vídeos que abordam conteúdos relevantes relacionados a Matemática Financeira, sempre voltada ao mundo dos negócios. E ainda utiliza como ferramenta a calculadora financeira HP-12C e planilhas eletrônicas como o Excel.

É útil tanto para seu negócio, como para atuar no seu local de trabalho e para suas transações pessoais.”

Fonte: Matemática Financeira para Negócios 

Ainda está em dúvida, então veja este vídeo e quão prático e útil se torna seu dia a dia com um simples cálculo:

Tenha acesso aos questionamentos atuais:

  • A Aparência e a Realidade Provocadas pela Inflação
  • Como Embutir a Inadimplência na Taxa de Juros
  • Como Construir um Patrimônio Expressivo Usando o Poder de Capitalização da Matemática Financeira
  • Como Escolher a Melhor Proposta de Pagamento
  • Como Avaliar se um Negócio dá Lucro e Prejuízo ao Mesmo Tempo

 Inscreva-se, participe, esta já é a 6ª edição de sucesso. É grátis e vale muito!

Para você que é leitor do Jardim Valentina, há mais um presente: O Manual da Calculadora HP 12C ajustado com minhas anotações pessoais. É a união em um único arquivo do manual e do guia originais HP para que você possa aprender ainda mais e ter sempre à mão.

Sempre Lucrando Com O Méliuz

méliuz3

Você lembra que eu vim nesta postagem falar sobre o Méliuz, o programa repleto de descontos e que devolve parte do valor da sua compra online?

Deu tão certo que eu vim postar novamente para que você não perca a oportunidade, olhe só o meu extrato:

meli

Eu já recebi depositados em minha conta corrente, sem pagar nenhuma taxa ou sofrer descontos, R$ 92,23 e já tenho saldo acumulando para receber mais, não é genial?

Quem não quer comprar por um bom preço e ainda receber dinheiro de volta?

Faça parte do Méliuz, o cadastro é rápido, seguro e funciona de verdade. Para melhorar ainda mais (se é que há como melhorar), você terá uma página com descontos e cupons exclusivos. Eu mesma utilizei um recentemente que meu deu R$ 30,00 de desconto na hora do pedido e assim um dos produtos que comprei veio de graça.

Aproveite, cadastre-se aqui e ganhe bônus indicando para seus amigos. Assim todos economizam!