Latest Entries »

Correios

À pedidos, esta é uma atualização desta postagem que foi bastante consultada.

Algumas siglas mudaram ou foram inseridas e aqui posto a lista atualizada para você.

Dos programas para acompanhamento de encomendas, continuo indicando o Muambator, onde você faz o cadastro, inseri os códigos de rastreamento e acompanha pelo aplicativo, pela página web ou pelos alertas recebidos via e-mail. É bastante prático, mesmo depois da encomenda recebida, você pode arquivar os dados para alguma consulta futura.

Siglas Significado
AL Agentes de leitura
AR Avisos de recebimento
AS PAC – Ação Social
CA Encomenda Internacional – Colis
CB Encomenda Internacional – Colis
CC Encomenda Internacional – Colis
CD Encomenda Internacional – Colis
CE Encomenda Internacional – Colis
CF Encomenda Internacional – Colis
CG Encomenda Internacional – Colis
CH Encomenda Internacional – Colis
CI Encomenda Internacional – Colis
CJ Encomenda Internacional – Colis
CK Encomenda Internacional – Colis
CL Encomenda Internacional – Colis
CM Encomenda Internacional – Colis
CN Encomenda Internacional – Colis
CO Encomenda Internacional – Colis
CP Encomenda Internacional – Colis
CQ Encomenda Internacional – Colis
CR Carta registrada sem Valor Declarado
CS Encomenda Internacional – Colis
CT Encomenda Internacional – Colis
CU Encomenda internacional – Colis
CV Encomenda Internacional – Colis
CW Encomenda Internacional – Colis
CX Encomenda internacional – Colis ou Selo Lacre para Caixetas
CY Encomenda Internacional – Colis
CZ Encomenda Internacional – Colis
DA SEDEX ou Remessa Expressa com AR Digital
DB SEDEX ou Remessa Expressa com AR Digital (Bradesco)
DC Remessa Expressa CRLV/CRV/CNH e Notificações
DD Devolução de documentos
DE Remessa Expressa Talão/Cartão com AR
DF e-SEDEX
DG SEDEX
DI SEDEX ou Remessa Expressa com AR Digital (Itaú)
DJ SEDEX
DK PAC Extra Grande
DL SEDEX
DM e-SEDEX
DN SEDEX
DO SEDEX ou Remessa Expressa com AR Digital (Itaú)
DP SEDEX Pagamento na Entrega
DQ SEDEX ou Remessa Expressa com AR Digital (Santander)
DR Remessa Expressa com AR Digital (Santander)
DS SEDEX ou Remessa Expressa com AR Digital (Santander)
DT Remessa econômica com AR Digital (DETRAN)
DX SEDEX 10
EA Encomenda Internacional – EMS
EB Encomenda Internacional – EMS
EC PAC
ED Packet Express
EE Encomenda Internacional – EMS
EF Encomenda Internacional – EMS
EG Encomenda Internacional – EMS
EH Encomenda Internacional – EMS ou Encomenda com AR Digital
EI Encomenda Internacional – EMS
EJ Encomenda Internacional – EMS
EK Encomenda Internacional – EMS
EL Encomenda Internacional – EMS
EM SEDEX Mundi ou EMS
EN Encomenda Internacional – EMS
EP Encomenda Internacional – EMS
EQ Encomenda de serviço não expressa (ECT)
ER Objeto registrado
ES e-SEDEX ou EMS
EU Encomenda Internacional – EMS
EV Encomenda Internacional – EMS
EX Encomenda Internacional – EMS
EY Encomenda Internacional – EMS
EZ Encomenda Internacional – EMS
FA FAC registrado
FE Encomenda FNDE
FF Objeto registrado (DETRAN)
FH FAC registrado com AR Digital
FM FAC monitorado
FR FAC registrado
IA Logística Integrada (agendado / avulso)
IC Logística Integrada (a cobrar)
ID Logística Integrada (devolução de documento)
IE Logística Integrada (Especial)
IF CPF
II Logística Integrada (ECT)
IK Logística Integraca com Coleta Simultânea
IM Logística Integrada (Medicamentos)
IN Correspondência e EMS recebido do Exterior
IP Logística Integrada (Programada)
IR Impresso Registrado
IS Logística integrada standard (medicamentos)
IT Remessa Expressa Medicamentos / Logística Integrada Termolábil
IU Logística Integrada (urgente)
IX EDEI Expresso
JA Remessa econômica com AR Digital
JB Remessa econômica com AR Digital
JC Remessa econômica com AR Digital
JD Remessa econômica Talão/Cartão
JE Remessa econômica com AR Digital
JF Remessa econômica com AR Digital
JG Objeto registrado urgente/prioritário
JH Objeto registrado urgente / prioritário
JI Remessa econômica Talão/Cartão
JJ Objeto registrado (Justiça)
JK Remessa econômica Talão/Cartão
JL Objeto registrado
JM Mala Direta Postal Especial
JN Objeto registrado econômico
JO Objeto registrado urgente
JP Receita Federal
JQ Remessa econômica com AR Digital
JR Objeto registrado urgente / prioritário
JS Objeto registrado
LA SEDEX com Logística Reversa Simultânea em Agência
LB e-SEDEX com Logística Reversa Simultânea em Agência
LC Objeto Internacional (Prime)
LE Logística Reversa Econômica
LF Objeto Internacional (Prime)
LI Objeto Internacional (Prime)
LJ Objeto Internacional (Prime)
LK Objeto Internacional (Prime)
LM Objeto Internacional (Prime)
LN Objeto Internacional (Prime)
LP PAC com Logística Reversa Simultânea em Agência
LS SEDEX Logística Reversa
LV Logística Reversa Expressa
LX Packet Standard / Econômica
LZ Objeto Internacional (Prime)
MA Serviços adicionais do Telegrama
MB Telegrama (balcão)
MC Telegrama (Fonado)
MD SEDEX Mundi (Documento interno)
ME Telegrama
MF Telegrama (Fonado)
MK Telegrama (corporativo)
ML Fecha Malas (Rabicho)
MM Telegrama (Grandes clientes)
MP Telegrama (Pré-pago)
MR AR digital
MS Encomenda Saúde
MT Telegrama (Telemail)
MY Telegrama internacional (entrante)
MZ Telegrama (Correios Online)
NE Tele Sena resgatada
NX EDEI Econômico (não urgente)
PA Passaporte
PB PAC
PC PAC a Cobrar
PD PAC
PE PAC
PF Passaporte
PG PAC
PH PAC
PI PAC
PJ PAC
PK PAC Extra Grande
PR Reembolso Postal
QQ Objeto de teste (SIGEP Web)
RA Objeto registrado / prioritário
RB Carta registrada
RC Carta registrada com Valor Declarado
RD Remessa econômica ou objeto registrado (DETRAN)
RE Objeto registrado econômico
RF Receita Federal
RG Objeto registrado
RH Objeto registrado com AR Digital
RI Objeto registrado internacional prioritário
RJ Objeto registrado
RK Objeto registrado
RL Objeto registrado
RM Objeto registrado urgente
RN Objeto registrado (SIGEPWEB ou Agência)
RO Objeto registrado
RP Reembolso Postal
RQ Objeto registrado
  RR Objeto registrado
RS Objeto registrado
RT Remessa econômica Talão/Cartão
RU Objeto registrado (ECT)
RV Remessa econômica CRLV/CRV/CNH e Notificações com AR Digital
RW Objeto internacional
RX Objeto internacional
RY Remessa econômica Talão/Cartão com AR Digital
RZ Objeto registrado
SA SEDEX
SB SEDEX 10
SC SEDEX a cobrar
SD SEDEX ou Remessa Expressa (DETRAN)
SE SEDEX
SF SEDEX
SG SEDEX
SH SEDEX com AR Digital / SEDEX ou AR Digital
SI SEDEX
SJ SEDEX Hoje
SK SEDEX
SL SEDEX
SM SEDEX 12
SN SEDEX
SO SEDEX
SP SEDEX Pré-franqueado
SQ SEDEX
SR SEDEX
SS SEDEX
ST Remessa Expressa Talão/Cartão
SU Encomenda de serviço expressa (ECT)
SV Remessa Expressa CRLV/CRV/CNH e Notificações com AR Digital
SW e-SEDEX
SX SEDEX 10
SY Remessa Expressa Talão/Cartão com AR Digital
SZ SEDEX
TC Objeto para treinamento
TE Objeto para treinamento
TS Objeto para treinamento
VA Encomendas com valor declarado
VC Encomendas
VD Encomendas com valor declarado
VE Encomendas
VF Encomendas com valor declarado
VV Objeto internacional
XA Aviso de chegada (internacional)
XM SEDEX Mundi
XR Encomenda SUR Postal Expresso
XX Encomenda SUR Postal 24 horas

Acesse aqui o Site Oficial dos Correios e ao lado direito da página encontrará o item “Rastreamento de Objetos” – insira o código com 13 dígitos de sua encomenda e tenha acesso à localização atual do objeto.

Ideias Úteis

Você lembra que falei aqui sobre um Marcador de Páginas fácil de fazer e super útil, com imã?

Pois é, todos os dias a gente procura facilitar a própria vida, de forma rápida, prática e se possível, barata.

Hoje trago aqui algumas dicas em vídeo que “garimpei” na internet e que podem nos ajudar.

Vamos começar por novos copos:

E uma capinha para o celular super prática e rápida:

Até as fraudas podem ser muito úteis, vejam só:

Boas ideias nunca faltam, também postei aqui sobre o Adubo Alternativo (Casca do Coco Verde e Bagaço de Cana). Colhemos em nosso quintal, sem a utilização de nenhum outro adubo natural ou químico, alguns quilos de feijão, além de verduras constantemente, frutas e outras culturas de acordo com suas épocas de plantio. O custo foi o de apanhar o que seria descartado, triturar e distribuir sobre a terra. O espaço plantado tem cerca de 250 metros quadrados.

Nossa Horta

Não deixe de aproveitar várias dicas simples que se tornam geniais pela facilidade. Há livros especializados em dicas, como Dicas Incríveis, de Sueli Rutkowski, entre outros. Programas de televisão também ajudam. Até o espantalho pode ser substituído por uma garrafa pet, lembram deste post?

Tem alguma sugestão para espalhar uma boa dica? Deixe seu comentário e podermos fazer um segundo capítulo desta postagem. Mãos à obra!

Investimentos

Investimentos

Em tempos de incerteza econômica e política como os que estamos vivendo, fica difícil pensar em que investir para nos protegermos das perdas e pouparmos para os momentos de crise, onde precisaremos utilizar uma reserva que nos livrará do não cumprimento de nossos compromissos.

Andei lendo livros, visitando blogs e sites, conversando com amigos e acompanhando as notícias para encontrar um caminho seguro e rentável mas ainda está tudo muito obscuro com relação ao futuro, já que o ajuste fiscal do governo e a constante corrupção nos colocou em uma situação bastante desfavorecida: pagando impostos e taxas cada vez maiores, vendo o retorno da inflação corroer nossos sonhos e a poupança, nossa queridinha de sempre, estar defasada. Não preciso nem comentar que a impunidade além dela própria, ou seja, a sensação de que não há e nem haverá justiça nos desilude de forma brutal e nós torna reféns de uma sociedade egoísta e sem limites de violência e desonestidade.

Mundialmente as coisas também não vão tão bem e algo lá do outro lado do planeta acaba nos impactando fortemente quando menos esperamos.

Um bom começo, como sempre, é ter o controle das próprias finanças, sabendo para onde está indo o dinheiro e no que é possível economizar. Já fiz uma postagem aqui sobre o Site Minhas Economias e seu Gerenciador Financeiro. É minha opção favorita de há muito e nele encontro além do controle de minhas finanças, informações atualizadas do mercado financeiro e todas as novidades da área.

Foi lá que encontrei, por exemplo, esta tabela e onde podemos começar a falar sobre os Investimentos mais favorecidos em maio deste ano:

Fonte: Blog Minhas Economias

Fonte: Blog Minhas Economias

Vejam só: quem pode investir em moeda estrangeira está ganhando duplamente, porque além da valorização há a garantia de que o governo não tem domínio sobre este dinheiro. Em desvantagem, o dólar ou qualquer moeda não aplicada não tem real valorização: um dólar sempre será um dólar, você pode ganhar quando a moeda sobe, vendendo-a em reais, mas sempre terá o mesmo valor na origem. Outro possível problema é a guarda deste valor, que se for em espécie tem que ser muito bem guardado pois um furto levaria facilmente todas as suas economias. É um investimento para quem realmente tem conhecimento e pode negociar quando necessário.

O ouro segue pelo mesmo caminho e também pode ser adquirido em papéis (através de corretoras) ou o “próprio” – veja aqui e aqui alguns exemplos.

A “bola da vez” está nos Títulos Públicos, comentados e recomendados por muitos analistas. De fácil aquisição e com rendimento melhor que o da poupança, tem atraído muitos investidores pequenos e médios.

Como ponto fraco deste tipo de investimento, cito a necessidade de uma Corretora de Valores.

Para entender como funcionam a própria BM&FBOVESPA criou um guia – você pode baixar aqui ou aqui. Vários cursos também são oferecidos.

As ações, com o mercado extremamente instável não estão sendo uma boa aposta, porém, investir na Bolsa é para quem tem disponibilidade de deixar o dinheiro aplicado por longo tempo. Os ganhos neste mercado estão com os dividendos e com a valorização das ações. No Guia da BM&FBOVESPA você também pode aprender sobre eles.

As LCIs – LCAs, descritas detalhadamente no Infomoney são uma boa opção para fugir da poupança e os CDBs – Certificados de Depósitos Bancários, também. Eles podem ser negociados diretamente com seu banco, sem necessitar de uma corretora, é só falar com seu gerente ou acessar sua Agência Online e selecionar o investimento, consultar suas taxas e rendimentos e adquirir.

Antes de investir, pesquise muito e procure várias opiniões sobre uma mesma situação. Jamais seja impulsivo e pense em ter grandes rendimentos facilmente e rapidamente. Todos os pontos tem que ser muito bem analisados pois cada perfil tem suas necessidades e investir requer calma e discernimento.

Falando sobre as Corretoras – obrigatórias para quem decidir investir em Ações, Fundos e Títulos Públicos, deixo aqui um Ranking de abril analisado pelo HC Investimentos e pelo Blog Quero Ficar Rico.

Minha escolha pessoal foi pelo Itaú por vários fatores:

– Tenho iConta neste banco, o que facilita minha vida na hora de transferir o dinheiro para a corretora;

– Há a opção de Compra Programada com tarifas especiais;

– Isenção de tarifas para posições de até R$ 3.000,00 em carteira ou por seis meses, o que ocorrer primeiro.

– Um Cokpit organizado e fácil de entender e trabalhar.

[Infográfico] Melhores Corretoras de Valores Para Investir Seu Dinheiro

É muita informação para uma leitura só, não é?

Aos poucos você vai se familiarizando com todo este universo de siglas e novos nomes, mas para início, indico que baixe e leia estes manuais e guias:

O já citado Guia de Investimentos, o Dicionário de Economia, o Dicionário de Finanças e o Manual do Investidor e depois destas leituras você estará preparado para tirar o dinheiro de sua poupança e diversificar seus investimentos.

Outra dica é visitar o site do seu banco ou cooperativa e imprimir os prospectos de cada investimento, ponderar as taxas, impostos e rendimentos, montar planilhas (algumas disponíveis nos blogs) e aos poucos montar seu próprio guia com o que realmente está de acordo com seu perfil.

Poupar é essencial para uma boa qualidade de vida, investir e multiplicar seu rendimentos proporciona ainda maior bem estar para você e sua família. Procure alternativas sempre e não canse de aprender!

Desejo lucros para todos nós!

Países no Jardim ValentinaNeste endereço são 25 mil visitas de mais de 60 países que somados aos outros endereços (veja aqui) e acessos através das redes sociais somam mias de 80 mil visitantes.

Quero agradecer a cada um que dedicou seu tempo lendo minhas postagens. Agradeço aos comentários, aos elogios e às críticas construtivas.

Cada fase neste mundo virtual tem suas características e interesses próprios, acompanhar todas as tendências e manter-se atualizada não é fácil.

Escrevo porque gosto, porque imagino que será útil para alguém e compartilho minhas experiências e opiniões de forma simples, sincera e direta.

Agradeço também aos parceiros que confiaram-me seus produtos e serviços ao permitirem que eu comentasse sobre eles aqui e assim, além de divulgar, expus minha opinião pessoal.

Espero escrever mais e melhor e proporcionar algum auxílio a todos que procuram o Jardim Valentina.

Sejam sempre bem vindos (as) com suas visitas, comentários e sugestões!

Grande abraço, muito obrigada!

Minha Primeira ArmaObtive minha primeira arma há uns trinta anos.

Foi fácil, algumas moedas e lá fui eu na mercearia buscar minha arma carregada de balas doces e coloridas.

Naqueles tempos as armas estavam disponíveis para as crianças e em várias cores. Claro que eu, já com talento para ser “chefe de quadrilha”, comprei a preta que era mais parecida com uma “de verdade”. Os componentes da minha “gangue” compraram as suas: vermelhas, azuis, amarelas…o importante era estarmos todos armados até a chegada da próxima remessa de balas, que poderiam vir em corações, ursinhos, imitações de lâmpadas incandescentes ou sabe-se lá o que a imaginação da época mandava.

Fomos aquela “gangue” que respeitava o professor e que se não respeitasse, nossos pais ficavam sabendo pelos próprios “comparsas” e o maior educador de uma era entrava em ação: as Havaianas, deixando suas marcas momentâneas em nosso traseiro e a face vermelha de choro e arrependimento.

Se um dos nossos atirasse uma pedra em um cachorro, eramos vingativos: todos nós, “meliantes” nos uníamos e repreendíamos o “réu” que era julgado e condenado por nossa corte à ficar fora de nossa “gangue” e não podia mais brincar conosco até que mostrasse arrependimento, isso quando não entregávamos a “instância superior”, os pais e novamente as Havaianas executavam sua sentença e tudo estava resolvido.

Nós tínhamos apelidos, todos nós, como toda “quadrilha” que se prese. Nem sempre gostávamos, mas tínhamos que aguentar e ninguém nos defendia disso, pelo contrário, quanto mais irados ficávamos, mais o apelido “pegava” e se perpetuava (algumas vezes, por toda a vida).

Fomos aquela geração que preferiu o lápis, aprendeu a respeitar e se fazer respeitável, que era muito valente quando aprontava suas traquinagens inocentes e totalmente “covardes” perante às punições (esta covardia se chamava respeito). Nós sabíamos quando estávamos errados, sabíamos o que era o certo e que pais, professores e todos os mais velhos estavam com a razão.

Quando víamos uma viatura policial e consequentemente o policial, ficávamos morrendo de medo de suas armas penduradas à cintura, mas quando eles estavam longe, nos exibíamos com as nossas miniaturas cheias de balas de açúcar e jurávamos que quando “fossemos grandes como eles”, iríamos prender todos os ladrões, ninguém mais precisaria temer.

E na nossa época não conhecíamos as palavras sequestrador, contrabandista, traficante e assassino soava como algo bem distante que aconteceu com alguém lá longe e outros contavam pra nos assustar.

O ladrão, única modalidade de bandidagem que conhecíamos, tinha que ser punido, afinal, nós puníamos severamente os que roubavam figurinhas de chicletes que colecionávamos e trocávamos no “bafo”, na hora do recreio. Se alguém roubava uma figurinha era “exilado” da “gangue” até que pedisse desculpas e devolvesse. Se assim o fizesse, estava livre de sua pena e era aceito novamente no “bando”.

Fomos uma infância feliz. Morávamos em casas simples de madeira, um doava a roupa para o outro conforme íamos crescendo, não tínhamos grandes posses mas possuíamos disciplina e imaginação férteis.

Não fomos vítimas do desarmamento, nem da extinção das Havaianas no seu uso por nossos “juízes”, não tínhamos autoridades “de fora” nos protegendo. Aprendíamos a ler e escrever antes de ir para a escola, isto somente quando completávamos 7 anos; eramos criados em alguma religião e sim, Deus ficava triste quando fazíamos algo ruim; aprendíamos a rezar, pelo menos ao Anjo da Guarda que era a oração mais curta e isto tinha muito valor. Os pais revezavam os turnos de trabalho para um deles ficar em casa conosco: minha mãe trabalhava no primeiro turno e meu pai no segundo, naquela hora de desencontro na chegada e partida de cada um, a vizinha quebrava o galho e assim era até que pudéssemos ficar em casa sozinhos responsáveis por nós mesmos, pela casa e pelo cachorro.

Saudades deste tempo cada vez que vejo Deus, os pais, professores e policiais não serem mais autoridades respeitadas acima de tudo e que sim, alguns deles não se fazem respeitar mas a maioria é vítima de uma sociedade que não os deixa desempenhar suas funções, ensinar o que aprenderam, amar no sentido mais verdadeiro que é: cuidar.

Muita coisa evoluiu, é verdade, muito melhorou, porém, a insegurança atual é maior prova de que algo está muito errado, o caminho que alguns adultos impõe para todos os outros seguirem e fazerem seguir às crianças não é aquele cheio de luz, alegria, responsabilidade e sabedoria que já foi um dia.

As armas erradas estão sendo usadas e muitos tiros no pé já foram dados. Não são balas de açúcar e de tão amargas, vitimam famílias e a sociedade todos os dias, em caminhos sem volta e tristezas sem fim.

 Livro Maria Madalena - A Verdadeira História
Mais um livro entre centenas sobre esta personagem fascinante, Maria de “Magdala”.

Engana-se quem imagina ler uma cópia do O Código da Vinci, ver um casamento entre Jesus e Maria Madalena ou um romance secreto.

Minucioso nos detalhes históricos e reescrevendo a história da menina Maria até sua morte aos noventa anos, o livro nos remete aos fatos históricos e aos locais que ocorreram de forma profunda.

A carta histórica escrita por um bispo e reescrita no final do livro nos faz pensar por que tanta coisa foi omitida, alterada ou velada durante os séculos para que hoje, a maioria dos cristãos tenham uma interpretação tão distante da original nos dias de Cristo.

Se a mensagem original tivesse seguido pelos dias, que consiste fundamentalmente em sermos todos iguais perante Deus, homens e mulheres, pois ambos foram criados por Ele, o machismo não se faria presente tão atroz na humanidade, vitimando tantas mulheres , causando tanto sofrimento injustificável e o pior, sendo justificado pela Bíblia.

Nesta obra romanceada, e a autora deixa bem claro o que são fatos históricos e o que foi criado para que o livro pudesse ser escrito da forma mais adequada possível sem alterar o que realmente é importante: a mensagem de Cristo e a passagem da grande mulher Maria Madalena em seus dias sobre a terra.

Todos os detalhes do livro você encontra aqui e eu indico a leitura, principalmente para aos que não aceitariam jamais um Deus injusto que faz diferença entre sexo, pede sacrifício de animais, exige rituais como alguns descritos no antigo testamento e menos ainda, um Deus vingativo.

Boa leitura!

Primeiro veio o aumento na IOF – Imposto sobre Operações Financeiras nos pagamentos em moeda estrangeira realizados principalmente com cartões de crédito e débito, depois a alta contínua e aparentemente sem controle do dólar e assim, as compras no exterior ficaram bem menos atrativas.
Ano passado fiz uma postagem sobre minhas compras no exterior e volto aqui para expor outras compras e também lamentar ter sido taxada na alfândega, o que tornou a compra prejuízo ao invés de lucro.

Conheci o LightInTheBox.com e me arrependi de ter realizado compras lá. Foi a primeira taxação que sofri e doeu bastante. O site não teve o cuidado de embalar de forma que o pacote ficasse o menor possível e colocou o valor da compra impresso na caixa.

Desta forma, a compra de acessórios para celular (duas capinhas/case, adesivo, pingente e porta-celular para carro) que custavam $ 40,50 e eu paguei R$ 100,72 com impostos, teve um acréscimo de R$ 92,00 em taxas alfandegárias.
Se eu tivesse procurado comprar por aqui, teria pago menos, com certeza.
Quando a mercadoria é taxada, você sabe antes porque simplesmente a entrega não é realizada diretamente do centro de distribuição.

Aqui para Santa Catarina, as mercadorias do exterior chegam em Curitiba, Paraná e se não são taxadas seguem diretamente para entrega. Quando há taxação, elas primeiro seguem para Florianópolis. Então se no rastreamento você ver que o “caminho de entrega” está diferente do habitual, prepara-se.

Voltei ao Ali Express e comprei uma linda bolsa, linda mesmo. Algo que reparei nestas minhas compras é que o tamanho especificado nem sempre corresponde. A bolsa é menor do que pensei, mas ainda de porte médio. O valor de $ 28,88 custou R$ 73,11 com impostos, porém, fui taxada também e em R$ 103,35, ou seja, não valeu a pena novamente.

Depois de um bom tempo sem querer mais saber de compras internacionais, arisquei novamente:

Como no eBay minha Caneta Espiã veio com defeito, comprei outra no Ali Express. Os $ 5,03 me custaram no total R$ 12,83 e desta vez deu certo.
Falando sobre o produto, gostei. Coloquei uma memória de 16GB e utilizo principalmente em locais que o celular não é bem vindo e eu quero fotografar ou filmar reuniões ou eventos. Claro que a resolução não é das melhores mas é prática e dispensa outros acessórios para anotações. Não espiei nada por enquanto, mas nunca se sabe quando será preciso, não é?

Marcadores de página temáticos foi minha próxima opção de compra. Neste caso eu pedi outros temas e não me enviaram conforme solicitado. O valor de $ 1,33 por cada embalagem com 120 unidades custou R$ 6,79 para as duas adquiridas. São de papel, bonitos, e estou vendendo idênticos em minha loja no Mercado Livre caso desejem adquirir aqui no Brasil, sem esperar 60 dias ou mais pela entrega.

Pequenas borrachas lindas e perfumadas. O casal de bananas é mesmo fofo. Utilizar como enfeite foi minha alternativa, pois não tive coragem de apagar nada com elas ou colocar em um armário para perfumar aquele ambiente. No valor de $ 1,99 cada par, dois pares me custaram R$ 5,91.
Meu trabalho tem tudo a ver com bananas, então um par fica no escritório e outro em casa.

Outra bolsa incrivelmente linda e eu…arrisquei. Arisquei e deu certo. Chegou sem taxação 60 dias depois. Novamente o tamanho é um pouco menor do que o anunciado, mas também de tamanho médio, os $ 18,89 me custaram R$ 53,75. Desta vez valeu a pena e a entrega sem taxas se deu principalmente porque o vendedor embalou adequadamente, como se fosse um presente, sem valores impressos no pacote.

Os marcadores em metal são especiais, já postei sobre eles aqui. Nesta compra no valor de $ 7,65 que me custou R$ 21,90 tive um problema: deveriam vir 20 unidades e vieram apenas 16. Reclamei e o valor parcial me foi restituído, mas fiquei chateada pois queria os com motivo de tesoura e máquina que costura que não vieram e a colher e garfo vieram repetidos. Bom, já deu para perceber nestas duas postagens que nem sempre as compras saem como a gente gostaria, não é? Paciência…

Ainda tenho cinco compras para receber e em outra postagem apresento minhas novas experiências para vocês. São compras realizadas já com o dólar em alta e então considero que pelo menos uma, não vai valer a pena, mas quem sabe eu me surpreenda positivamente, enh?

Até breve!

Vem um dinossauro bem pré-histórico do “partido de direita que é vice de esquerda” (como se existisse realmente isto no Brasil) e diz que não devemos pedir impeachment. Juntam-se alguns “artistas” para falar que nunca estiveram contra o governo ou apoiando o impeachment. Vem mais apresentadores de tv e até jornalistas que mascaram notícias defendendo o governo e o governo, por sua vez, diz com todas as letras “não estar nem ai” para as manifestações e manda o povo ir mesmo gastar seu tempo em vão.
As pessoas, o tal do povo, totalmente influenciado, começa a mudar o seu discurso de “Fora Dilma” para “vamos ver se não tem outro jeito”.
O problema do Brasil é o brasileiro.
1. Confiaram nas urnas eletrônicas e estas urnas deram vitória ao PT novamente, presume-se que era o que a maioria queria e que uma boa parte se eximiu de qualquer responsabilidade deixando de votar;
2. Não é uma guerra partidária e muitos levam para este lado – um impeachment não é uma disputa onde alguém saia vencedor, pelo contrário, é a demonstração de incompetência do governo e insatisfação extrema do povo;
3. Se ninguém realmente aguenta mais, a reforma tem que ser geral e não só presidencial. Temos um bando repleto de mordomias que nós mesmos elegemos e que estão nem ai, nos seus carros blindados e armados de muito dinheiro. Nem parece que saíram do povo e para o povo, pois “trabalham” para si mesmos (se alguém se salva, me desculpe);
4. O povo tem que saber o que quer, se são só R$ 0,20 novamente, que desperdício de tempo. O governo concede qualquer esmola em alguma coisa para contentar os que se dizem descontentes COM TUDO, cobra em outro lugar de uma parcela da população (aquela que sempre paga o pato) e tudo acaba em pizza. 
Será que o povo tem consciência e consistência no que pede?
Mais uma vez eu pergunto: será que cada um está mesmo disposto a pagar o preço de uma revolução e mudar tudo, tudo mesmo?
E o pior: quem são os competentes, honestos e verdadeiramente comprometidos com o povo que tomarão o lugar dos que ali estão?
Se a pessoa não pede nota fiscal, tem tv à cabo “gato”, é um “dono da estrada” e atrapalha propositadamente os outros no trânsito, corta fila no banco e tenta tirar vantagem em tudo, como pode chamar outro de corrupto?
O mesmo ladrão de um real é o ladrão de um milhão, só a oportunidade mudou.

Meu desejo pessoal é de um país decente com todos, honesto, competente, sem divisão de cotas, minorias, maiorias, regiões, classes e falso socialismo. Para isto é preciso que os que mandam deem o exemplo para que a casa seja limpa de cima para baixo e que, com investimento verdadeiro em educação, não só conhecimento mas formação de caráter, tenhamos resultado daqui umas três gerações no mínimo.

Temos 515 anos de história para mudar, conseguiremos?
Uma nação exausta com escândalos de corrupção, refém de serviços e repartições públicas decadentes, escravizada por impostos altos e sem esperança no sistema político atual, é iluminada por uma luz no fim do túnel, ou melhor, várias luzes dos faróis dos caminhões.
A frase do cartaz retrata o que vivemos: praticamente tudo que possuímos ou usufruímos em bens e serviços chega de caminhão. O transporte é a ligação de tudo com todos e os dias de paralisação mostram como estes heróis da estrada são fundamentais em nossa vida.
Quando pedem por melhores condições de trabalho, estão pedindo vias decentes para todos nós que transitamos diariamente; quando pedem revisão no valor do combustível, nos disponibilizam produtos e serviços mais baratos; quando pedem valores de fretes dignos, querem dignidade para suas famílias e também as nossas, pois além de caminhoneiros são cidadãos consumidores; quando pedem segurança, é para eles, é para nós todos. 
Podemos, neste momento, com a força do “pessoal do trecho” em pistas fechadas, estarmos abrindo o caminho de mudanças tão necessárias e clamadas pelo povo. 
Chegou a hora, aquela hora que ninguém acreditava que chegaria; aquela hora que todos os revoltados com as urnas têm sua segunda chance de mudança; aquela hora para quem se arrependeu do voto; para quem mais do que quer, precisa de mudanças para trabalhar e viver dignamente.
Estamos vivendo um momento histórico?
E estamos dispostos a pagar o preço?
Eis a questão. Não se faz uma revolução plantando flores, menos ainda fechados no egoísmo que nos conduziu até aqui.
Todos terão perdas, todos terão que pagar o preço da mudança, todos terão que enfrentar com coragem, determinação e principalmente, união.
Será que chegamos neste nível de discernimento ou a classe dos transportadores estão, em vão, lutando com todas a força de seus grandes veículos e motores?
Agora, não é o que cada um quer, mas o que é melhor para todos. Outras mudanças acontecerão em consequência da mudança maior, ou seja, uma limpeza profunda na forma que nosso país está sendo conduzido. 
Penso que os condutores do país estão sem habilitação faz tempo, chegou a hora de mostrarmos, através dos motoristas de caminhão, que somos competentes e honestos o suficiente para criarmos um lugar digno, um lugar onde o trabalho e a justiça sejam o princípio do bem estar e do crescimento do nosso Brasil.
Chega de “fazer de conta”; chega do egoísmo do “para mim está bom”; chega do jeitinho brasileiro; de tirar vantagem em cargos e situações ou pior: de lavar as mãos como se não vivesse aqui.
“Não vamos desistir do Brasil”, da nossa família, do nosso lar.
Preparados? Então chegou a hora e se perdermos esta hora, não reclamemos mais e nos conformemos com a precariedade consumindo nossos dias.

Adubo Alternativo

Já escrevi sobre o reaproveitamento do Coco Verde nesta postagem e agora volto para escrever sobre minha experiência pessoal sobre o assunto.

No vídeo, eu mostro um pouquinho da minha área, onde estou utilizando além da casca do coco verde triturada, também o bagaço de cana, vejam:

O equipamento utilizado para trituração é um Triturador de Cocos Trapp à gasolina:

Falando sobre o equipamento, ele tem suas vantagens e desvantagens: é prático e tritura centenas de cocos por hora, mas também requer muito cuidado e manutenção. Estou tendo uma boa experiência com a Assistência Técnica da Trapp que está me auxiliando e solucionando os problemas que aparecem no decorrer do uso.
O armazenamento está sendo ao ar livre, mas é bom sempre deixar o lado furado virado para baixo para não acumular água. Este meu “estoque” aconteceu por não ter o triturador já de início, quando fazia o trabalho “à facão” para comprovar o bom resultado efetivamente em hortas e flores. 
Os cocos já em estado de decomposição são mais difíceis de triturar, eles quando muito úmidos (estas fotos e vídeo são de um dia chuvoso) acabam causando “embuchamento” das facas.
Tenho também neste estoque cocos cheios que passaram do período de consumo e que formam primeiramente uma pasta interna e depois, quando já bem secos, um pó com grandes propriedades para adubação. 
Quanto ao odor, no primeiro dia é um pouco forte, tanto na trituração verde ou em decomposição, já no segundo praticamente nada se sente mesmo na manipulação. Caso haja uma chuva, a água fica semelhante ao café, levando para terra grandes propriedades e deixando a fibra mais visível. 
A fibra e todos os outros componentes do coco são valiosos na adubação porque também contribuem para uma cobertura absoluta, que mantem a umidade e a temperatura fresca do solo coberto.
Outro aliado descartado como lixo, é o bagaço de cana utilizado no popular Caldo de Cana, de grande consumo.
A cobertura fica perfeita e elimina o uso de herbicidas para manter o solo limpo, preserva a umidade e ainda tem propriedades benéficas para adubação. 
Pode ser triturado também. 
Há de se ter um cuidado um pouco maior com insetos como moscas ou abelhas que são atraídas pelo açúcar da cana. Tudo fica solucionado após a primeira chuva.
Este material foi recolhido em uma lanchonete próxima de minha casa. Imagine quanto é descartado nas praias de todo Brasil?
O coco triturado já utilizei em flores, hortaliças e frutas com êxito, mantendo as plantas saudáveis sem a utilização de nada além dele por mais de um ano. Faço a mistura em camadas – primeiramente coco, depois terra e coco novamente. 
O bagaço de cana, por enquanto, só utilizei para cobertura do solo mas não houve nenhum dano ao que está plantado em meio aos locais cobertos, pelo contrário, mesmo neste verão de calor intenso plantas que antes não suportavam o clima continuam bem.
Quem tiver a oportunidade de aproveitar materiais como estes estará contribuindo duplamente com a natureza: reaproveitando o que seria acumulado em lixões, proporcionando melhor qualidade de vida para plantas e consequentemente, nossa própria saúde e bem estar.
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.300 outros seguidores