Simpatias, Superstições, Fé…

Desde que a humanidade existe, também as crenças, superstições e simpatias fazem parte da cultura dos povos.

De uma forma ou de outra, considera-se natural que o ser humano procure um “atalho” para progredir, sem fazer mal à ninguém e dando um novo impulso para continuar sua caminhada pela vida.

Falando em caminhada, que se “revire na sepultura” a criatura que criou o ditado popular “Vou começar com o pé direito!” – que todos que se valem deste ditado para iniciar suas novas atividades e entram nos lugares somente com o pé direito, iniciam o ano com o pé direito, dão pulinhos com o pé direito, cortem o esquerdo fora! (rs) É isso mesmo, ninguém conseguiu ainda ver o quanto é ridículo e até preconceituoso contra o próprio corpo este ditado e as atitudes das pessoas em relação a ele? Tenho certeza que todo ser humano normal necessita dos dois pés e é muito triste quem não tem estes membros, cada passo depende dos dois pés – um que fica firme no chão e um que avança mais um passo e assim aleatoriamente, ou alguém consegue seguir em frente só com o pé direito (que passe a vida aos pulos)?

Mas este é só um exemplo, desde a antiguidade colecionam-se amuletos para proteção, sorte, espantar os invejosos e todo tipo de crença. Acho até bonitos alguns e sim, tenho também um potinho com “os sete amuletos de sorte”, já tive um vaso com “as sete ervas” e o “trevo da sorte” cresce vistoso lá no jardim, também tenho algumas jóias/bijuterias com símbolos como chave, olho grego, pimenta, entre outros.

Hoje em dia ainda há muita crueldade para obter alguns amuletos, como animais mutilados ou mortos para que partes de seus corpos sirvam de “penduricalhos”, uma insensatez sem fim, mas lhe digo sinceramente: são só objetos, nada mais que isso, eles não tem “poder” de transformar a vida de ninguém.

Agora vamos falar de algo que para mim, é a força mais poderosa do mundo: a Fé!

Sim, esta move montanhas, transforma pessoas, culturas e a história da humanidade. Não estou falando de religião, pois bem disse o padre (sou católica), “toda religião é santa e pecadora – santa porque tem inspiração divina e pecadora porque é feita de pessoas e as pessoas não são perfeitas”. Em cada período da história houve atrocidades em nome das religiões e hoje em dia ainda há muita falta de tolerância em respeitar as escolhas de quem “não professa da mesma fé”, mas o importante mesmo é o que ela traz de bom para o ser humano.

Vê-se curas milagrosas, vê-se pessoas salvas de seus vícios, doação de tempo e renda pela compaixão por quem precisa e caráter, este ultimo que faz toda diferença em um mundo cada vez mais corrompido, onde o “ter” é muito mais valorizado que o “ser” e “fazer o que quiser” vem bem antes de “pensar nas consequências para própria vida e do mundo”.

“Optar” por ter fé não é uma escolha fácil, principalmente quando não ser recebe uma formação religiosa desde a infância e quando se tem maus exemplos por perto, pois o comércio agregado à exploração da fé é enorme e rende milhões para “os que vem em nome de Deus, mas contra Ele”, mas quem conseguiu ter uma experiência íntima de “contato” com Deus (ou como queira chamar) não quer mais viver longe dEle.

Por isso, eu lhe digo com toda certeza: Não é sorte, é Deus! Quando você faz as coisas com vontade, guarda virtudes, preserva o caráter, o sucesso continua vindo depois de muito trabalho e pede o auxílio dEle, tudo vai melhor.

Eu sou devota de Nossa Senhora das Graças, acredito sim nos santos, anjos e que Nossa Senhora, a Mãe de Jesus foi a maior mulher da história da humanidade e a prova de Deus de quanto as mulheres são essenciais, ou seu filho teria vindo a este mundo “pronto”, sem a necessidade de uma gestação e mais ainda, sem a necessidade de uma família, como Jesus teve nesta terra.

Então, pode fazer suas simpatias, ter suas superstições, acreditar em vários mitos, mas hoje ou amanhã, você acaba descobrindo que toda força do mundo, toda sorte, toda proteção e todo empenho para melhorar sua vida e do planeta está dentro de você, na FÉ que você tem!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Simpatias, Superstições, Fé…

  1. Isso é verdade Valentina, a fé move montanhas e a oração é nosso maior aliado. Já diz o evangelho: ‘orai e vigiai’. E não precisa ser alguma ladainha decorada, que não faça sentido ao nosso coração (apesar que a força de um Pai Nosso, ainda é imbativel para mim), muitas vezes ‘converso’, choro, suplico, agradeço, com minhas proprias palavras, com o sentimento que está no coração.
    Na realidade vejo as supertições como uma forma de se pensar positivo, de atrair boas energias. As boas intenções geram boas atitudes, é um circulo! Para algumas pessoas isso ajuda a sair de um estado de apatia e falta de interesse.
    E na vida, levo a máxima de que cada um é livre para plantar o que quiser, mas só poderá colher os frutos daquele plantio. “A semeadura é livre, a colheita obrigatória”.
    Deus já me mostrou isso inumeras vezes, acredite! 🙂
    Tudo de melhor para vc e parabéns pelo seu espaço.

    Curtir

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s