A Pedra

A vida foi passando e cedo demais havia uma pedra enorme no meu caminho.

Era tão grande que não me permitia ver nenhum horizonte além dela e eu fui ficando ali, por um, dois, mais de dez anos…

Tentando convencer-me que a pedra não era fria em relação à mim, que minha persistência em mostrar a ela o que eu sentia, o que eu sonhava, as cores com que eu pretendia pintar a vida iriam fazê-la “amolecer” e dentro dela eu encontraria um belo diamante.

Mas isto não aconteceu, somente tantos anos depois eu entendi que nada poderia fazer para alterar a pedra e considerei isto uma grande derrota, pois investi tempo e tudo de melhor que possuía dentro de mim sem êxito.

Percebi que não haveria outro jeito, eu tinha que sujar os pés na lama à beira da estrada para ultrapassar a pedra e seguir meu caminho.

Assim o fiz!

Embora no primeiro momento a sensação tenha sido de vitória, foi só caminhar alguns passos para entender que o que ficou do outro lado da pedra não seguia mais comigo…

Não sinto mais o que considerava tão belo de sentir, não sonho mais aqueles sonhos bons, não tenho mais as perspectivas que faziam meus dias não serem apenas uma sequencia de dias e sim uma sequencia de sensações diferentes, alegrias e prazeres que mesmo ilusórios traziam alento para a alma.

Sigo no caminho deserto, sem muitas esperanças em encontrar algo diferente em cada curva, sem esperar por novos sonhos, novas sensações, novas cores, porque tudo ficou longe demais, antes da pedra e querendo ou não, a pedra continua lá, mostrando-me que não valeu a pena, que o que foi perdido com ela, não tem mais retorno.

Hoje eu vejo que talvez a pedra nunca tenha tido nenhum valor, nada do que eu tenha feito e sentido por ela era de seu merecimento, mas o que eu perdi, não há como dimensionar em preciosidade ou grandeza.

E eu nunca pensei que um dia, me pareceria tanto com ela, afinal, o que ela tem de frieza, eu tenho de vazio.

Anúncios

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s