Se você quiser cultivar qualquer alimento terá que acabar com as ervas daninhas, adubar e irrigar a terra e zelar até a colheita. Se quiser repeti-la, fazer tudo novamente.

Sempre digo que a mesma coisa é com a humanidade: para “cultivar” pessoas de bem, é preciso “eliminar” as ruins, incentivar a educação, exaltar a honestidade e zelar para que a ordem seja mantida com regras justas. Se quiser, repetir por várias gerações.

A árvore dá seus frutos repletos de sementes, algumas cairão na terra e nascerão próximas a “mãe”, outras irão para longe, outras nunca germinarão; haverá as que terão vida longa e outras um breve suspiro.

Da mesma forma a humanidade segue, nunca se terá um padrão, mas iguais devem ser as oportunidades e as punições; justos devemos ser com o que é bom e o que é ruim.

Quanto mais “cultivamos” as ervas daninhas, menos colhemos de bom em nossa plantação, até que um dia, todas as sementes boas serão sufocadas.

Discernimento e justiça, não há humanidade entre os homens se não forem cultivados os bons valores.

Anúncios