Arquivo | fevereiro 2014

Cuidado com Assinaturas de Jornais e Revistas

Jornais e Revistas

Aconteceu comigo e o desrespeito em assinaturas de jornais, revistas, provedores e outros segmentos parece algo sem fim.

Assinar uma revista com débito automático em conta bancária ou no cartão de crédito/débito é praticamente firmar um contrato vitalício. Você pode entrar em contato com a editora ou empresa, pedir o cancelamento e nada é feito, os débitos e entregas continuam acontecendo ou as entregas param mas as cobranças não.

Eu me utilizo do site Reclame Aqui para expor minha indignação e tentar uma negociação, mas nem sempre é fácil. A empresa vai lá, diz que está tudo resolvido, você qualifica, retira a reclamação e a empresa não cumpre sua parte.

Tenho ativas na data de hoje, reclamação contra Provedora de Internet e por enquanto nada do meu dinheiro cobrado indevidamente de volta, neste caso tive que pedir o cancelamento do meu cartão de crédito e uma nova via para cessar as cobranças; também contra Editora de Revistas  que não cancelou meu pedido como solicitei e muito menos os débitos em minha conta corrente que, graças as facilidades e o bom atendimento do Itaú, consegui cancelar online utilizando as ferramentas que a iConta oferece.

Já tive a assinatura de um “jornaleco” (pois não pode ser chamado de jornal sério quem age assim) e tive que cancelar um cartão de crédito definitivamente para que as cobranças parassem. Não teve jeito, mesmo cobrando “religiosamente” deixaram de entregar muito antes e nunca consegui reaver meu dinheiro.

Jornais e Revistas

Não sou a única, infelizmente, neste enorme país,  a sofrer com este tipo de prática que fica impune e acontece frequentemente.

Com o mesmo problema encontrei o blog da Grazi e testemunhei sua luta para se livrar destas cobranças indevidas. Ela me ajudou e então aqui também deixo algumas dicas para ajudar você com problemas semelhantes:

» Faça suas assinaturas preferencialmente por boleto bancário não informando nenhum número de conta bancária ou cartão de crédito ou débito;

» Imprima ou anote todos os protocolos de atendimento com número, data e atendente e não se desfaça destes dados até pelo menos seis meses depois do cancelamento realmente ter sido efetivado;

» Se tiver disponibilidade, procure o PROCON da sua cidade e acesse o site Reclame Aqui tentando reaver os valores. É seu direito como consumidor e embora a luta seja difícil, quanto mais lutarmos por nossos direitos menos golpes sofreremos;

» Cuidado com as promoções que prometem meses ou edições grátis, renovação fácil e brindes tentadores. Tudo isto é maravilhoso mas pode ser uma cilada. Leia o contrato cuidadosamente antes de assinar/aceitar;

» Fique atento à sua fatura de cartão de crédito/débito e sua conta corrente. Certas empresas conseguem renovar o Contrato de Débito Automático e voltam a cobrar sem seu consentimento pouco tempo depois do cancelamento ter acontecido;

» Procure pela reputação de toda empresa com quem fizer qualquer tipo de negociação e exponha sua experiência. Assim nos alertamos uns aos outros e as empresas idôneas também ficam reconhecidas merecidamente.

Vamos cuidar bem de nosso dinheiro, afinal, somos honestos e queremos ser tratados com honestidade e respeito.

O Sonho dos Cabelos Cacheados

Sempre gostei de cabelos cacheados e me submeti a química dos “permanentes” desde os 11 anos de idade.

Meu cabelo é super liso e fino e eu estou mudando de vez enquanto. Seja um loiro mais claro ou mais escuro, um pouco mais curto ou um corte diferente, mas não consegui nada que cacheasse os cabelos, queria uma pílula para isso.

Recentemente encontrei o Babyliss Pro Perfect Curl , aparelho revolucionário para quem quer cachinhos nos cabelos:

Babyliss Pro Perfect Curl

Comprei no AliExpress, exatamente neste vendedor no dia 29 de janeiro e recebi em 24 de fevereiro. Ou seja, em menos de um mês vindo direto da China com frete grátis e o valor de R$ 127,00 descontados no meu cartão de crédito internacional.

Sim, só R$ 127,00 enquanto comprando aqui no Brasil o mesmo produto importado, o preço pode chegar até aproximadamente R$ 1.000,00.

Claro que para comprar você deve tomar todas as medidas de precaução, informar-se bem sobre o site, a loja, as condições de compra e entrega e principalmente, sempre ter antivírus bem atualizado para que seus dados nunca sejam “roubados”.

Mas voltando aos cachinhos, o aparelho realmente faz o que promete, este modelo que comprei tem três configurações de tempo, três diferentes estilos de cachos, controle de direção da onda, sistema de aquecimento potente e sistema inteligente anti-choque.

BabyLiss baby4

É preciso um “mini treino intensivo” e você logo pode cachear seus cabelos sozinha. É claro que com a ajuda de alguém fica mais fácil e um pouco mais rápido, mas sem dúvida, é mil vezes mais prático que o BabyLiss que estamos acostumadas.

BabyLiss

Este modelo vem também com uma espécie de “limpador” para manter seu BabyLiss sempre em perfeito estado de conservação.

Quanto a duração dos cachos, vai variar de cabelo para cabelo e se você utiliza algum produto especial, mas lembre-se de sempre estar com os cabelos secos quando utilizar o aparelho.

Os pontos fracos são os mesmos do BabyLiss comum: esquenta bastante, pode enroscar de vez enquanto (mas não se apavore, há como tirar os cabelos inteiros mesmo nestes casos extremos), e resseca um pouco. Outro ponto é que o meu veio na voltagem 110, então tenho que usar um estabilizador pois aqui é 220, fique atento para não “queimar” seu aparelho.

Para mim, a relação custo x benefício é proveitosa. Paguei barato, recebi rápido e faz o que desejo, pena que não faça definitivamente como o “permanente”…rs…

E você, prefere os cacheados ou os lisos?

Resultado do Sorteio – 10.000 Visitas com Sorteio para Comemorar

Jardim Valentina

E saiu o resultado do Sorteio das 10.000 Visitas:

Em primeiro lugar ficou a Tatiane de Freitas Rodrigues, do blog Prioridade de Mãe e os outros nove premiados (em ordem alfabética, já que o prêmio é o mesmo) foram:

Adriana Ramires Machado
Alice Rodrigues
Ana Cláudia Cagnin
Juliana Maria Pereira Firme
Luciana Arend
Oslimar Conceição da Silva
Rosilda de Sá
Solange Moreira
Tatiana Nunes da Costa
 

Todos receberão o número de rastreamento para que possam acompanhar a entrega via e-mail.

Agradeço a participação e espero chegar as 20.000 visitas em breve!

Sejam sempre bem vindos (as)! Deem suas sugestões e lembrem-se que o Jardim Valentina está aberto para parcerias. Há uma guia ali no cantinho esquerdo acima para contato.

Livros – Paixões & Manias

Livros

Livros, como não amá-los?

Assim diz quem faz dos livros verdadeiros parceiros diários.

Seja qual for a preferência de gênero, autor, visual ou até número de páginas (sim, há quem classifique o livro por número de páginas), quem lê consegue transporta-se através das linhas para um mundo paralelo. É possível “encarnar” um dos personagens ou sentir-se assistindo aquela situação e entrar para torcida deste ou daquele.

Eu até prefiro os livros sem imagens, porque então é possível “montar” todo o cenário ao meu modo e por incrível que possa parecer, concentra-se na leitura é ouvir todos os sons relatados, sentir o perfume de cada situação, emocionar-se, vibrar, surpreender-se, um misto de sensações.

Livros

Eu prefiro os livros e até me decepciono com alguns filmes produzidos a partir de livros. Por que? Simples, aquele mundo que você criou viveu só na sua imaginação, mas não na da quem o escreveu e muito menos na de quem produziu o filme. Sem contar que o livro é seu parceiro em qualquer lugar no qual você esteja disposto à ler, o filme “te prende” em frente de uma tela.

Livros

E o leitor que nunca se distraiu que me atire o primeiro livro!

Acontece geralmente quando estamos em lugares públicos, nossa mente nem sempre consegue concentrar-se o suficiente para ignorar o mundo fora das páginas, mas também acontece quando sentimentos ou preocupações do nosso dia-a-dia não nos dão sossego nem nesta hora tão importante que é a da leitura.

Não tem outro jeito, é preciso voltar parágrafos e até páginas ou então perder aqueles trechos únicos e até o “fio” da história completo. Eu prefiro voltar e reler  para não perder nada e alguns livros eu volto a ler inteiros anos depois, para que com o aprendizado da vida, eu tire novas conclusões.

Livros

Sim, livros podem aproximar e distanciar leitores pelo cheiro e não sou somente eu que tenho a mania de cheirar todos os livros, aliás, cadernos e agendas também.

O “perfume” peculiar de cada livro também é responsável por imprimir nosso relacionamento com ele. O livro novo tem um cheiro, o usado outro e o usado por nós ainda outro. É uma identidade exclusiva como de uma pessoa, um animal, uma planta.

Livros

Outra mania bem minha, é carimbar os livros. Carimbo os livros que termino de ler e somente estes com o meu nome e telefone na última página. Posso ter muitos livros na minha Biblioteca, mas considero como inteiramente meus somente os que li. O carimbo é como uma marca, uma identificação de que esta história/conhecimento já me pertence.

Livros

Outra coisa que faço muito é usar marcadores adesivos nos livros cujo trechos quero lembrar ou que não consegui terminar de ler. Como são adesivos, dificilmente deslocarão e então, se o o livro estiver carimbado, sei que é algo tocante que eu gostaria de reler, do contrário é a página onde parei a leitura.

Clique para Ampliar

Eu mesma ensinei a fazer um Marcador de Página aqui, mas são incontáveis os marcadores que a gente utiliza, coleciona ou guarda pela vida. Nos diversos formatos, com enfeites ou de divulgação dos livros, eles são fundamentais na nossa leitura. Hoje temos até os marcadores de parágrafos ou linhas, com base elástica. É a criatividade auxiliando cada vez mais na nossa leitura.

Livros

Livros são amigos que nos ensinam algo, sempre. Mesmo aquela leitura que a gente considera não ter sido aquilo tudo, que discordamos do curso ou término da história ou que não nos adaptamos ao seu momento, ao seu conceito ou à mensagem que quis nos transmitir, ensina algo.

É verdade que livros mudam pessoas, mas como tudo, para bem ou para mal.

Há quem use a leitura como álibi para exercer a soberba de considerar-se mais culto e superior que outros; criminosos, principalmente psicopatas se utilizam de livros que expõe situações de tortura e barbárie para aplicá-las na vida real; pessoas acabam adotando personagens e autores, assim como astros de da tv, da música e do cinema, como ídolos incorporados às suas vidas desproporcionalmente e todo fanatismo nunca é bom.

Ainda bem, que na maioria das vezes os livros só enriquecem os que leem e os que são agraciados pelos conhecimentos adquiridos através da leitura de outros.

Incentivar a leitura até mesmo antes de alfabetização, através das páginas super coloridas e desenhadas  dos livros infantis, desperta a imaginação, a criatividade,  a busca por conhecimento, o amor pela leitura que vai acompanhar esta pessoa até seus último dias.

Se o fim dos dias seria a solidão, quem tiver um livro sempre terá um companheiro.

Livros

E este relacionamento sério é indissolúvel. Quem um dia amou ler,  nunca mais se separará de livros e o término de alguns, em especial, podem até entristecer de tão consistente que aquele mundo tornou-se. Então outros livros surgem, aguçam nossa sede de leitura e partimos para novos mundos e sempre outros vão surgindo. A leitura é um universo sem fronteiras.

Livros

Se não gostar de um livro não tema em abandoná-lo. Aquele que não lhe agradou pode ser perfeito para outra pessoa, doe. Há milhões lhe esperando que vão lhe cativar, vale a máxima que você não pode odiar todas as rosas porque o espinho de uma lhe feriu. Sempre haverá a leitura ideal para seu momento atual.

Skoob

Indico a Rede Social Skoob como uma ótima ferramenta para organizar sua leitura, ler resenhas, trocar informações e livros, conhecer blogs de leitura e editoras, sorteio de cortesias, além de fazer boas amizades.

A rede está presente no Facebook e Twitter informando sobre lançamentos, autores, livros e leitores, além de realizar sorteios de livros e kits de livros maravilhosos.

Livros

Livros são sempre bons presentes em qualquer data. Bom para quem dá, para quem doa, para quem recebe, para quem lê, para quem guarda, para quem coleciona, para quem os escreve, para quem os produz, para os que divulgam, para o mundo.

Para você que ama a leitura, desejo uma Biblioteca Particular, muitos amigos para compartilhar e muitos, muitos livros pelos quais você ainda vai se apaixonar.

Cuidado Com o Que Você Considera Bom, Certo e Inteligente

Você ouviu falar de Richard Kretschmar?

E de seu filho, Gerhard Herbert Kretschmar?

Gerhard Herbert Kretschmar

Pois bem, Gerhard nasceu com paralisia cerebral e seu pai escreveu uma carta para Hitler pedindo uma “morte piedosa” ao filho que teria uma “vida inútil”, nunca “seria alguém de verdade” e precisaria de cuidados especiais e contínuos de modo que “atrapalharia” a vida dos pais e irmãos.

Adolf Hitler respondeu de forma positiva e concedeu a “morte piedosa” ao “pobre deficiente” e assim “aliviou” a família de seu “fardo” com uma “criatura inútil”.

E estas palavras tão duras estão expressas na carta deste “pai” e na resposta favorável que teve.

Hitler considerou que todas as crianças deficientes deveriam ter uma “morte piedosa” e assim “concedeu” a morte de forma rápida, aprovada e executada por médicos selecionados na época.

E primeiro foram as crianças, e depois os adultos e já eram mais de 200.000 pessoas que perderam a vida “piedosamente” por apresentarem alguma deficiência.

Não demorou para que todo aquele que não fosse “ariano”, “sangue puro”, “Hitlerista”, fosse considerado deficiente e fosse executado nas “fábricas da morte” espalhadas durante a Segunda Guerra.

Pois bem, estamos em 2014 e a ditadura do “sangue puro” continua mais viva que nunca.

Enquanto alguns ditam as regras, outros escravos do fanatismo de toda ordem executam com perfeição a “morte piedosa” aos “deficientes” de nossa sociedade.

Qual a diferença entre o bom e o ruim?

Tudo é muito simples, Jesus já deixou claro: amar ao outro como a si mesmo.

Mas não se iluda com o falso socialismo que é pregado hoje em dia, no Brasil e no mundo; não se iluda com a liberdade transformada em libertinagem; não se iluda com uma sociedade sem regras, sem respeito, sem hierarquia.

Para viver socialmente é preciso respeitar o espaço do outro e principalmente, colocar-se no seu lugar. Almejar mais do que se pode ter no seu momento atual e sem esforço é muito além de ambição. É  falta de caráter, de valores, de respeito pelo próximo.

A partir do momento que você faz com o outro o que você não quer para você, tudo regride e a ordem necessária para o progresso se desfaz.

São necessárias sim, leis, regras, punições; são necessárias sim, medidas que mantenham a sociedade como ela deve ser: sociável.

Se os que devem colocar em prática as leis que dão segurança aos que as cumprem não o fazem, alguém vai fazer, do jeito certo ou errado. Chega um momento em que sofrer injustiças e estar inseguro cansa, então vale a lei da selva, infelizmente.

Cuidado ao defender o mal; cuidado ao fazer parte do mal; cuidado com o que você considera “deficiente”, “indigno”, “preconceituoso”, “inaceitável”, “intolerável”; cuidado com o que se esconde atrás da falsa liberdade, do apoio ao “necessitado”, ao “menos favorecido”; cuidado com quem você classifica como responsável pela “deficiência” que mantém a sociedade tão desigual.

Cuidado para que os valores verdadeiros, bons, certos e inteligentes não sejam cobertos pela hipocrisia e ludibriados pelos covardes.

Recorro a Mahatma Gandhi: “Quem não vive para servir, não serve para viver.” – Porque metade de todos nós é o direito e a outra metade é o dever. Façamos a nossa parte!