Cuidado Com o Que Você Considera Bom, Certo e Inteligente

Você ouviu falar de Richard Kretschmar?

E de seu filho, Gerhard Herbert Kretschmar?

Gerhard Herbert Kretschmar

Pois bem, Gerhard nasceu com paralisia cerebral e seu pai escreveu uma carta para Hitler pedindo uma “morte piedosa” ao filho que teria uma “vida inútil”, nunca “seria alguém de verdade” e precisaria de cuidados especiais e contínuos de modo que “atrapalharia” a vida dos pais e irmãos.

Adolf Hitler respondeu de forma positiva e concedeu a “morte piedosa” ao “pobre deficiente” e assim “aliviou” a família de seu “fardo” com uma “criatura inútil”.

E estas palavras tão duras estão expressas na carta deste “pai” e na resposta favorável que teve.

Hitler considerou que todas as crianças deficientes deveriam ter uma “morte piedosa” e assim “concedeu” a morte de forma rápida, aprovada e executada por médicos selecionados na época.

E primeiro foram as crianças, e depois os adultos e já eram mais de 200.000 pessoas que perderam a vida “piedosamente” por apresentarem alguma deficiência.

Não demorou para que todo aquele que não fosse “ariano”, “sangue puro”, “Hitlerista”, fosse considerado deficiente e fosse executado nas “fábricas da morte” espalhadas durante a Segunda Guerra.

Pois bem, estamos em 2014 e a ditadura do “sangue puro” continua mais viva que nunca.

Enquanto alguns ditam as regras, outros escravos do fanatismo de toda ordem executam com perfeição a “morte piedosa” aos “deficientes” de nossa sociedade.

Qual a diferença entre o bom e o ruim?

Tudo é muito simples, Jesus já deixou claro: amar ao outro como a si mesmo.

Mas não se iluda com o falso socialismo que é pregado hoje em dia, no Brasil e no mundo; não se iluda com a liberdade transformada em libertinagem; não se iluda com uma sociedade sem regras, sem respeito, sem hierarquia.

Para viver socialmente é preciso respeitar o espaço do outro e principalmente, colocar-se no seu lugar. Almejar mais do que se pode ter no seu momento atual e sem esforço é muito além de ambição. É  falta de caráter, de valores, de respeito pelo próximo.

A partir do momento que você faz com o outro o que você não quer para você, tudo regride e a ordem necessária para o progresso se desfaz.

São necessárias sim, leis, regras, punições; são necessárias sim, medidas que mantenham a sociedade como ela deve ser: sociável.

Se os que devem colocar em prática as leis que dão segurança aos que as cumprem não o fazem, alguém vai fazer, do jeito certo ou errado. Chega um momento em que sofrer injustiças e estar inseguro cansa, então vale a lei da selva, infelizmente.

Cuidado ao defender o mal; cuidado ao fazer parte do mal; cuidado com o que você considera “deficiente”, “indigno”, “preconceituoso”, “inaceitável”, “intolerável”; cuidado com o que se esconde atrás da falsa liberdade, do apoio ao “necessitado”, ao “menos favorecido”; cuidado com quem você classifica como responsável pela “deficiência” que mantém a sociedade tão desigual.

Cuidado para que os valores verdadeiros, bons, certos e inteligentes não sejam cobertos pela hipocrisia e ludibriados pelos covardes.

Recorro a Mahatma Gandhi: “Quem não vive para servir, não serve para viver.” – Porque metade de todos nós é o direito e a outra metade é o dever. Façamos a nossa parte!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Cuidado Com o Que Você Considera Bom, Certo e Inteligente

  1. Que lindo post Valentina.
    “A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência.”
    ―Mahatma Gandhi
    Apoiar ou não o mal, depende da escolha de cada um. E se o mal ainda hoje prospera, e cada vez mais, tudo por nossas escolhas.

    Curtir

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s