Arquivo | janeiro 2015

Promoção Bebendo uma Coca-Cola no McDonald’s

Você viu esta promoção?
Então, se você tem Twitter confira as regras e não perca!
REGRAS DE PARTICIPAÇÃO
1) Cada participante deverá escrever uma mensagem de texto (tweet) de até 140 caracteres no Twitter contendo o perfil “@CocaNoMc” e o nome do destinatário a quem deseje enviar um cupom de Coca-Cola de 500 ml grátis, mediante a inserção da indicação de seu respectivo perfil (exemplo: “@fulano”).
2) Cada participante poderá enviar 10 (dez) tweets por dia para destinatários distintos. O limite diário de 10 (dez) mensagens considera todos os tweets identificados pelo perfil @CocaNoMc, considerando tanto mensagens válidas quanto inválidas.
3) Cada participante apenas poderá enviar 1 (um) tweet por dia para o mesmo destinatário/perfil.
4) Não serão válidas mensagens sem indicação do destinatário, contendo mais de um destinatário e/ou contendo a indicação do perfil do próprio autor da mensagem.
5) Não existirá limite de tweets recebidos. Exemplo: um usuário poderá receber 1.000 links de remetentes distintos para resgatar diversos cupons no mesmo dia.
6) O destinatário (exemplo: “@fulano”) irá receber um tweet do perfil “@CocaNoMc”, no prazo de até 72h, com um link – único e exclusivo para cada usuário – para gerar o seu cupom. Para que o cupom seja validado, o destinatário deverá acessar a sua conta no Twitter, mediante indicação de sua senha e login, aceitando as presentes Regras para participar. Dessa forma, o simples recebimento do link não significa direito ao refrigerante. Para que o cupom se torne válido, o destinatário deverá, obrigatoriamente, adotar os passos mencionados anteriormente.
7) De acordo com o item anterior, a presente atividade será válida até que se dê a distribuição de 1.000.000 (um milhão) de cupons, independente da quantidade de links disponibilizados.
8) Autores de mensagens enviadas corretamente e seus respectivos destinatários receberão mensagens de confirmação do perfil @CocaNoMc.
9) Com o cupom em mãos, impresso ou em algum dispositivo móvel, o destinatário deverá comparecer, até a data limite indicada em seu respectivo cupom, em um restaurante McDonald’s, para retirar gratuitamente uma Coca-Cola de 500 ml. O cupom perderá a validade após 07 (sete) dias corridos da data de sua validação.
10) A retirada do produto Coca-Cola de 500 ml estará sujeita à disponibilidade de estoque nos restaurantes McDonald’s, podendo o referido produto ser substituído por outro refrigerante de 500 ml disponível no ato da troca. A retirada do produto só poderá ser realizada diretamente no balcão e no Drive-Thru dos restaurantes McDonald’s localizados no Brasil. A retirada não poderá ser realizada, sob qualquer hipótese, nos McCafé, em Quiosques de Sobremesas McDonald’s e por meio de McEntrega.
11) Não serão entregues produtos a menores de 12 (doze) anos de idade. Em caso de dúvida, o profissional do McDonald’s responsável pelo atendimento poderá requerer a apresentação de documento que comprove a idade do portador do cupom no ato da troca.
12) Esta ação terá início às 10h (dez horas), horário de Brasília, do dia 28 de janeiro de 2015 e será imediatamente finalizada após a validação de 1.000.000 (um milhão) de cupons, conforme item 7 acima. Todos os participantes serão avisados acerca do término da ação por meio do site http://cocanomc.cocacola.com.br/ e de mensagens via Twitter.
13) Tweets contendo marcas de terceiros, palavras de baixo calão e/ou indicação de perfis incitando violência, pornografia e/ou quaisquer temas que desrespeitem a moral e os bons costumes, serão desclassificadas, a critério da Coca-Cola e do McDonald’s.
14) Os casos omissos e as dúvidas suscitadas com a execução destas Regras serão julgados pela Recofarma Indústria do Amazonas Ltda. e Arcos Dourados Comercio de Alimentos Ltda., cujas decisões serão soberanas e levarão em conta a legislação vigente.
15) Fica, desde já, eleito o foro central da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro para solução de quaisquer questões referentes a esta ação comercial.
Acesse: Coca no Mc e corra antes que acabe!

Evolução ou Regressão?

Seres Humano

Há instalada na sociedade uma falsa atribuição de super importância para o ser humano, não digo a humanidade como uma espécie que domina o planeta, digo em cada um.

Mesmo completamente vulnerável, corrompível e com uma vida breve, cada um fechado em sua individualidade – para não dizer arrogância e pretensiosismo – se vale das armas modernas para impor aos demais sua força e demonstrar que em pleno 2015 é mais cruel que nossos antepassados, chamados de medievais.

Mentes completamente vazias de valores morais e desconhecendo o mínimo de sociabilidade, criam ambientes absurdos em violência, desleixo, corrupção e “politicamente incorretos” para sobrevivência digna de qualquer espécie de vida.

Chegamos ao ponto de defender com unhas, dentes, mídia e todo poder possível nos atribuído por uma sociedade corrompida, o que há de mais perverso, o que mais prejudica, o que destrói.

Chamamos de cultura “cantar” aquilo que há séculos as mulheres lutam contra: desigualdade, machismo, violência e humilhação; chamamos de direitos humanos defender e proporcionar condições de vida superior e muito superior aos algoses da sociedade do que às vítimas completamente desprotegidas e vulneráveis; fanaticamente e cegamente entramos em defesa de partidos corruptos que corroem toda possibilidade de crescimento pessoal e comunitário, além de abandonar os serviços públicos à própria sorte e falta de recursos básicos, simplesmente por falta de humildade em reconhecer nosso erro e voltar atrás, ou por qualquer vantagem fugaz; propagamos o quanto possível o que há de pior e praticamos todos os níveis de crueldade e insensatez para com a natureza e com o próximo; defendemos e protestamos à favor de uma liberdade que não respeita as escolhas do semelhante e somos capazes de qualquer ato por um prazer momentâneo, proporcionado por uma “vitória” covarde ou por um punhado à mais de dinheiro.

Onde vamos chegar?

Nos trancaremos em jaulas não como animais, mas como monstros que não poderão conviver se não partilharem da mesma tribo com escolhas exatamente iguais, uma manada selvagem e sem opções.

Enquanto a educação não é prioridade – e não falo de conhecimento – falo de aprender desde o berço que o respeito, o amor, a humildade e a valorização do ambiente em que vivemos são fundamentais para que a vida tenha algum real sentido, alguma real alegria, algum real prazer e algum real valor e todos os dias nos deixamos conduzir pela fútil ganância e pela falta de caráter, conviveremos com o sofrimento, com o vazio, sendo apenas mais um número nos que sugam a energia da terra, em vão.

Deixo aqui um vídeo que me inspira e quem puder ler o livro “O Pálido Ponto Azul” – Carl Sagan, tenho certeza que enriquecerá o coração e terá uma visão humanizada de nós mesmos:

Enquanto vemos tudo piorar, sejamos nós o “sal da terra” e façamos a diferença para melhor enquanto estivermos aqui.