Já escrevi sobre o reaproveitamento do Coco Verde nesta postagem e agora volto para escrever sobre minha experiência pessoal sobre o assunto.

No vídeo, eu mostro um pouquinho da minha área, onde estou utilizando além da casca do coco verde triturada, também o bagaço de cana, vejam:

O equipamento utilizado para trituração é um Triturador de Cocos Trapp à gasolina:

Falando sobre o equipamento, ele tem suas vantagens e desvantagens: é prático e tritura centenas de cocos por hora, mas também requer muito cuidado e manutenção. Estou tendo uma boa experiência com a Assistência Técnica da Trapp que está me auxiliando e solucionando os problemas que aparecem no decorrer do uso.
O armazenamento está sendo ao ar livre, mas é bom sempre deixar o lado furado virado para baixo para não acumular água. Este meu “estoque” aconteceu por não ter o triturador já de início, quando fazia o trabalho “à facão” para comprovar o bom resultado efetivamente em hortas e flores. 
Os cocos já em estado de decomposição são mais difíceis de triturar, eles quando muito úmidos (estas fotos e vídeo são de um dia chuvoso) acabam causando “embuchamento” das facas.
Tenho também neste estoque cocos cheios que passaram do período de consumo e que formam primeiramente uma pasta interna e depois, quando já bem secos, um pó com grandes propriedades para adubação. 
Quanto ao odor, no primeiro dia é um pouco forte, tanto na trituração verde ou em decomposição, já no segundo praticamente nada se sente mesmo na manipulação. Caso haja uma chuva, a água fica semelhante ao café, levando para terra grandes propriedades e deixando a fibra mais visível. 
A fibra e todos os outros componentes do coco são valiosos na adubação porque também contribuem para uma cobertura absoluta, que mantem a umidade e a temperatura fresca do solo coberto.
Outro aliado descartado como lixo, é o bagaço de cana utilizado no popular Caldo de Cana, de grande consumo.
A cobertura fica perfeita e elimina o uso de herbicidas para manter o solo limpo, preserva a umidade e ainda tem propriedades benéficas para adubação. 
Pode ser triturado também. 
Há de se ter um cuidado um pouco maior com insetos como moscas ou abelhas que são atraídas pelo açúcar da cana. Tudo fica solucionado após a primeira chuva.
Este material foi recolhido em uma lanchonete próxima de minha casa. Imagine quanto é descartado nas praias de todo Brasil?
O coco triturado já utilizei em flores, hortaliças e frutas com êxito, mantendo as plantas saudáveis sem a utilização de nada além dele por mais de um ano. Faço a mistura em camadas – primeiramente coco, depois terra e coco novamente. 
O bagaço de cana, por enquanto, só utilizei para cobertura do solo mas não houve nenhum dano ao que está plantado em meio aos locais cobertos, pelo contrário, mesmo neste verão de calor intenso plantas que antes não suportavam o clima continuam bem.
Quem tiver a oportunidade de aproveitar materiais como estes estará contribuindo duplamente com a natureza: reaproveitando o que seria acumulado em lixões, proporcionando melhor qualidade de vida para plantas e consequentemente, nossa própria saúde e bem estar.
Anúncios