Será Que Estamos Vivendo Um Momento Histórico Ou Só Uma Falsa Esperança?

Uma nação exausta com escândalos de corrupção, refém de serviços e repartições públicas decadentes, escravizada por impostos altos e sem esperança no sistema político atual, é iluminada por uma luz no fim do túnel, ou melhor, várias luzes dos faróis dos caminhões.
A frase do cartaz retrata o que vivemos: praticamente tudo que possuímos ou usufruímos em bens e serviços chega de caminhão. O transporte é a ligação de tudo com todos e os dias de paralisação mostram como estes heróis da estrada são fundamentais em nossa vida.
Quando pedem por melhores condições de trabalho, estão pedindo vias decentes para todos nós que transitamos diariamente; quando pedem revisão no valor do combustível, nos disponibilizam produtos e serviços mais baratos; quando pedem valores de fretes dignos, querem dignidade para suas famílias e também as nossas, pois além de caminhoneiros são cidadãos consumidores; quando pedem segurança, é para eles, é para nós todos. 
Podemos, neste momento, com a força do “pessoal do trecho” em pistas fechadas, estarmos abrindo o caminho de mudanças tão necessárias e clamadas pelo povo. 
Chegou a hora, aquela hora que ninguém acreditava que chegaria; aquela hora que todos os revoltados com as urnas têm sua segunda chance de mudança; aquela hora para quem se arrependeu do voto; para quem mais do que quer, precisa de mudanças para trabalhar e viver dignamente.
Estamos vivendo um momento histórico?
E estamos dispostos a pagar o preço?
Eis a questão. Não se faz uma revolução plantando flores, menos ainda fechados no egoísmo que nos conduziu até aqui.
Todos terão perdas, todos terão que pagar o preço da mudança, todos terão que enfrentar com coragem, determinação e principalmente, união.
Será que chegamos neste nível de discernimento ou a classe dos transportadores estão, em vão, lutando com todas a força de seus grandes veículos e motores?
Agora, não é o que cada um quer, mas o que é melhor para todos. Outras mudanças acontecerão em consequência da mudança maior, ou seja, uma limpeza profunda na forma que nosso país está sendo conduzido. 
Penso que os condutores do país estão sem habilitação faz tempo, chegou a hora de mostrarmos, através dos motoristas de caminhão, que somos competentes e honestos o suficiente para criarmos um lugar digno, um lugar onde o trabalho e a justiça sejam o princípio do bem estar e do crescimento do nosso Brasil.
Chega de “fazer de conta”; chega do egoísmo do “para mim está bom”; chega do jeitinho brasileiro; de tirar vantagem em cargos e situações ou pior: de lavar as mãos como se não vivesse aqui.
“Não vamos desistir do Brasil”, da nossa família, do nosso lar.
Preparados? Então chegou a hora e se perdermos esta hora, não reclamemos mais e nos conformemos com a precariedade consumindo nossos dias.
Anúncios

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s