Investimentos

Em tempos de incerteza econômica e política como os que estamos vivendo, fica difícil pensar em que investir para nos protegermos das perdas e pouparmos para os momentos de crise, onde precisaremos utilizar uma reserva que nos livrará do não cumprimento de nossos compromissos.

Andei lendo livros, visitando blogs e sites, conversando com amigos e acompanhando as notícias para encontrar um caminho seguro e rentável mas ainda está tudo muito obscuro com relação ao futuro, já que o ajuste fiscal do governo e a constante corrupção nos colocou em uma situação bastante desfavorecida: pagando impostos e taxas cada vez maiores, vendo o retorno da inflação corroer nossos sonhos e a poupança, nossa queridinha de sempre, estar defasada. Não preciso nem comentar que a impunidade além dela própria, ou seja, a sensação de que não há e nem haverá justiça nos desilude de forma brutal e nós torna reféns de uma sociedade egoísta e sem limites de violência e desonestidade.

Mundialmente as coisas também não vão tão bem e algo lá do outro lado do planeta acaba nos impactando fortemente quando menos esperamos.

Um bom começo, como sempre, é ter o controle das próprias finanças, sabendo para onde está indo o dinheiro e no que é possível economizar. Já fiz uma postagem aqui sobre o Site Minhas Economias e seu Gerenciador Financeiro. É minha opção favorita de há muito e nele encontro além do controle de minhas finanças, informações atualizadas do mercado financeiro e todas as novidades da área.

Foi lá que encontrei, por exemplo, esta tabela e onde podemos começar a falar sobre os Investimentos mais favorecidos em maio deste ano:

Fonte: Blog Minhas Economias
Fonte: Blog Minhas Economias

Vejam só: quem pode investir em moeda estrangeira está ganhando duplamente, porque além da valorização há a garantia de que o governo não tem domínio sobre este dinheiro. Em desvantagem, o dólar ou qualquer moeda não aplicada não tem real valorização: um dólar sempre será um dólar, você pode ganhar quando a moeda sobe, vendendo-a em reais, mas sempre terá o mesmo valor na origem. Outro possível problema é a guarda deste valor, que se for em espécie tem que ser muito bem guardado pois um furto levaria facilmente todas as suas economias. É um investimento para quem realmente tem conhecimento e pode negociar quando necessário.

O ouro segue pelo mesmo caminho e também pode ser adquirido em papéis (através de corretoras) ou o “próprio” – veja aqui e aqui alguns exemplos.

A “bola da vez” está nos Títulos Públicos, comentados e recomendados por muitos analistas. De fácil aquisição e com rendimento melhor que o da poupança, tem atraído muitos investidores pequenos e médios.

Como ponto fraco deste tipo de investimento, cito a necessidade de uma Corretora de Valores.

Para entender como funcionam a própria BM&FBOVESPA criou um guia – você pode baixar aqui ou aqui. Vários cursos também são oferecidos.

As ações, com o mercado extremamente instável não estão sendo uma boa aposta, porém, investir na Bolsa é para quem tem disponibilidade de deixar o dinheiro aplicado por longo tempo. Os ganhos neste mercado estão com os dividendos e com a valorização das ações. No Guia da BM&FBOVESPA você também pode aprender sobre eles.

As LCIs – LCAs, descritas detalhadamente no Infomoney são uma boa opção para fugir da poupança e os CDBs – Certificados de Depósitos Bancários, também. Eles podem ser negociados diretamente com seu banco, sem necessitar de uma corretora, é só falar com seu gerente ou acessar sua Agência Online e selecionar o investimento, consultar suas taxas e rendimentos e adquirir.

Antes de investir, pesquise muito e procure várias opiniões sobre uma mesma situação. Jamais seja impulsivo e pense em ter grandes rendimentos facilmente e rapidamente. Todos os pontos tem que ser muito bem analisados pois cada perfil tem suas necessidades e investir requer calma e discernimento.

Falando sobre as Corretoras – obrigatórias para quem decidir investir em Ações, Fundos e Títulos Públicos, deixo aqui um Ranking de abril analisado pelo HC Investimentos e pelo Blog Quero Ficar Rico.

Minha escolha pessoal foi pelo Itaú por vários fatores:

– Tenho iConta neste banco, o que facilita minha vida na hora de transferir o dinheiro para a corretora;

– Há a opção de Compra Programada com tarifas especiais;

– Isenção de tarifas para posições de até R$ 3.000,00 em carteira ou por seis meses, o que ocorrer primeiro.

– Um Cokpit organizado e fácil de entender e trabalhar.

[Infográfico] Melhores Corretoras de Valores Para Investir Seu Dinheiro

É muita informação para uma leitura só, não é?

Aos poucos você vai se familiarizando com todo este universo de siglas e novos nomes, mas para início, indico que baixe e leia estes manuais e guias:

O já citado Guia de Investimentos, o Dicionário de Economia, o Dicionário de Finanças e o Manual do Investidor e depois destas leituras você estará preparado para tirar o dinheiro de sua poupança e diversificar seus investimentos.

Outra dica é visitar o site do seu banco ou cooperativa e imprimir os prospectos de cada investimento, ponderar as taxas, impostos e rendimentos, montar planilhas (algumas disponíveis nos blogs) e aos poucos montar seu próprio guia com o que realmente está de acordo com seu perfil.

Poupar é essencial para uma boa qualidade de vida, investir e multiplicar seu rendimentos proporciona ainda maior bem estar para você e sua família. Procure alternativas sempre e não canse de aprender!

Desejo lucros para todos nós!

Anúncios