árvoree e

Quem nunca ficou imaginando qual seriam suas raízes? Onde seus antepassados nasceram, viveram e findaram suas vidas? Quais as famílias que compuseram o emaranhado de sobrenomes até você? Quais os idiomas que já passaram pelas gerações de seu sangue?

Há pouco tempo também quis saber muito além de algumas histórias contadas por um parente ou outro, mais do que os nomes dos pais e avós, mais, muito mais e por isso iniciei a construção de uma Árvore Genealógica.

Com o auxílio de alguns parentes consegui alguma documentação, fotos e dados. Cada descoberta é um misto de surpresa e alegria, satisfação e agradecimento. A sensação é de renascimento, como se os simples nomes fossem um abraço naqueles que nunca conheci e de repente, passaram a fazer parte de minha vida.

O site MyHeritage é um grande amigo para montagem da árvore. Muito organizado, simples, dinâmico e com opções de aplicativos e gráficos, faz com que você fique cada vez mais curioso para descobrir sobre as gerações de sua família. O sistema conta com uma central de busca que cruza as informações e assim, se alguém já incluiu algo em sua árvore, é possível visualizar a semelhança e possível parentesco. Claro que as melhores funções estão na versão paga e inacessíveis, o que nos deixa desapontados. Muitos dados poderiam ser obtidos mais facilmente pagando por eles.

Outro site especializado em árvores genealógicas é  o FamilySearch onde eu também fiz o cadastro de todos os dados que tenho, na procura do que ainda não tenho, além disso, este site possui um grande arquivo de registros civis e religiosos para consulta gratuita. Tempo, empenho, paciência e você poderá encontrar dados incríveis.

É fato que ainda faltam muitos dados, muitas pessoas. Entrei em contato com vários sites de imigração, perfis com sobrenomes idênticos para encontrar algum parentesco e por fim fiz esta postagem.

Se você tiver qualquer dado sobre os nomes abaixo (mesmo que a grafia seja um pouco diferente, pois não encontrei outros documentos para analisar se estão escritos corretamente), entre em contato comigo:

“Wladislaus Michalak e Anna Ottenbreit Michalak (casados)”
“Francisco Lubawski e Juliana “Wilochinski (se pressupõe este sobrenome)” Lubawski (casados)”

Em meus arquivos guardo algumas fotos antigas e se houver algum familiar interessado, é só entrar em contato. Tenho também neste link a Lista de Imigrantes do Arquivo Histórico de Joinville.

Se você for se aventurar no passado, desejo que seja feliz nas suas descobertas e possa encontrar todos que procura. Tenha certeza que é uma grande satisfação, além de preservar dados para gerações futuras que podem ter a mesma curiosidade ou necessidade.

Acesse as categorias Árvore Genealógica e MyHeritage para mais postagens!

Anúncios