Arquivos

Cartas e Contatos

O contato com celebridades, artistas e pessoas famosas de forma geral hoje em dia é comum e até corriqueiro nas grandes cidades.

Ainda há todo um aparato de segurança, necessário e distanciador do grande público, mas a consciência de que são seres humanos iguais a nós “celebres desconhecidos” tornou o convívio possível e exemplos de humildade se espalham pelo mundo.

Claro que há os excêntricos, arrogantes ou simplesmente muito cuidadosos, mas em qualquer classe social há diferenças de ver e viver a vida, então convivemos melhor aceitando as diferenças ou nos afastando do que não concordamos.

O importante é o respeito e o esforço de todos para a paz, seja qual for a visão de mundo.

Aqui do interior é mais difícil ver alguém famoso circulando ou até mesmo uma aproximação em um show ou apresentação, então, a antiga e eficaz ferramenta de comunicação resolve o problema: escrever cartas.

Uma das postagens mais acessadas deste Blog foi a que fiz relatando que “Escrevi Uma Carta para o Papa Francisco” e, posteriormente, a alegria em voltar e postar E o Papa Francisco respondeu a Minha Carta”:

Já escrevi outras cartas com êxito e já participei de promoções onde recebi presentes, a super modelo brasileira Gisele Bündchen já esteve na minha lista e sim, recebi uma foto autografada, uma Sandália e outros pequenos mimos:

gisele-bundchen

Há muito tempo atrás, Ana Hickmann também respondeu uma carta minha:

Estive com Henrique Lemes, vencedor do Programa Ídolos 2011 que nesta época morava em minha cidade. Tenho também seu CD autografado:

henrique

Esta não foi diretamente para mim mas considero muito especial pois veio de pessoas que admiro muito. Um vídeo com os catarinenses, Guga Kuerten, ex-tenista campeão e comentarista esportivo e o jornalista João Venturi:

Em novembro de 2015, estive na sábia palestra de Décio da Silva, presidente do Conselho de Administração da WEG – uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo – onde levei um livro que meu pai, como funcionário da empresa por 20 anos, ganhou em 1986 e que nesta oportunidade foi autografado:

Em outubro de 2016 tive a honra de assistir a Palestra “Escolhas Inteligentes para Seu Bolso e Sua Vida” com Gustavo Cerbasi, escritor, consultor financeiro, professor, palestrante e administrador. Foi sensacional! Fiz uma postagem aqui sobre um de seus 15 livros:

gu-1

Preciosidades de livros autografados que recebi:

No último dezembro, recebi este presentão da Xuxa Meneghel, a rainha dos baixinhos quando eu também era uma baixinha. Várias fotos autografadas para toda família e um porta celular/cartões bem bonito fizeram parte do pacote:

xuxa

Para fechar com chave de ouro, Tite, técnico da Seleção Brasileira, respondeu minha carta com muito carinho, fez-me sentir como quem ganha um troféu de campeão no final do campeonato e trouxe-me grande alegria:

Sempre bom receber um  carinho, os mais valiosos são de quem amamos e estão próximos de nós. No caso das personalidades, é como receber um agradecimento por nossa admiração e a fama alcançada por eles, quando sadia, é o reconhecimento de um bom trabalho cumprido.

Sem exageros, admirar bons exemplos é enriquecedor para qualquer pessoa e que tenhamos sempre mais pessoas do bem que nos incentivem a sermos melhores.

Obrigada a todos que leram e responderam minhas cartas!

Fim De Ano…

Feliz2016

Chegamos novamente ao fim e ao começo, com a sensação de fazer este percurso cada vez mais rápido.

É aquele período em que deveríamos parar para avaliar o ano velho, planejar o ano novo, reconciliarmos com nossos desafetos internos e externos, abrir o coração pleno para o que e quem vier, mas, infelizmente, ano após ano vemos muito mais hipocrisia do que atitude para anos melhores.

Natais regados à presentes e futilidades “indispensáveis”, viradas de ano repletas de pedidos egoístas onde o estouro do champanhe é somente mais uma rolha poluindo o mar e aos exagerados, mais uma noite com motoristas bêbados e irresponsáveis no trânsito.

Gostaria muito de ver as pessoas conscientes do seu dever na sociedade, que antes de quererem um mundo melhor, elas construíssem um mundo melhor começando por si e não esperando pelos outros, fazendo sua parte, dando o primeiro passo, o exemplo, sendo luz.

Menos egoísmo e mais, muito mais amor por si e pelo próximo, porque amar a si mesmo significa respeitar todo o ambiente em que se vive. Só temos o nosso planeta para morar, é preciso cuidar de nossa casa.

Para o primeiro novo passo, para o primeiro novo dia de nossa nova vida, do novo ano, de uma nova e melhor sociedade, de um novo planeta melhor e respeitado em toda sua diversidade, deixo uma mensagem mencionada pelo Papa Francisco e de autoria de Augusto Cury (médico, psiquiatra, psicoterapeuta, doutor em psicanálise, professor e escritor) para que nós nunca percamos a esperança e convicção que anos melhores virão quando formos melhores.

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá a falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.

Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar “eu errei”. É ter ousadia para dizer “me perdoe”. É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você”. É ter capacidade de dizer “eu te amo”. É ter humildade da receptividade.

Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz. E, quando você errar o caminho, recomece. Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo.
Jamais desista das pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.

Augusto Cury

Feliz Natal! Feliz 2016!

E o Papa Francisco Respondeu Minha Carta

Com emoção e surpresa escrevo esta postagem, pois recebi resposta da carta que escrevi ao Papa Francisco em setembro deste ano.

Para quem não lembra, acesse aqui e entenda.

Datada de 04 de novembro e enviada em 17 de dezembro pela Nunciatura Apostólica do Brasil, a correspondência é simples como o Papa, em momento nenhum olhando o envelope é possível medir a importância única de seu conteúdo.

Ao abrir, aquela emoção inexplicável. É como sentir-se abraçada, acarinhada, com importância, uma sensação para nunca mais esquecer. Agora entendo melhor quando as pessoas que se encontram pessoalmente com Sua Santidade dizem ser indescritível, porque receber a carta, já é.

Vou mostrar aqui uma foto oficial com Sua Assinatura, que ele carinhosamente me enviou:

(Clique nas imagens para ampliar)

Papa Francisco Respondeu Minha Carta

Papa Foto Assinatura

E a carta:

E o Papa Francisco Respondeu Minha Carta

Quem já leu livros como “João Paulo II – O Papa dos Milagres,   tem noção da hierarquia da igreja e de como os serviços são executados para que tudo funcione o mais próximo da perfeição.

Vale a máxima: “A Igreja é santa e pecadora – santa porque tem origem divina e pecadora porque é constituída por seres humanos.”

O fato é que a carta chegou lá, esteve nas mãos do Papa, ele abençoou as intenções em nome de Deus  e pediu para que o retorno fosse dado.

A Fé é o que move montanhas, ultrapassa barreiras intransponíveis, realiza o impossível, sustenta nossos valores, nosso caráter e nossa esperança em dias melhores.

Chegar até o Papa através de uma carta é como receber mais um sinal, destes tantos que a gente vai recebendo nos caminhos da vida, é se alegrar como se por alguns instantes fossemos dignos de ver o sorriso divino, merecedores de compaixão, de carinho, de amor incondicional.

É um daqueles sinais que nos fazem melhores, purificam a alma e nos dizem ao coração:

– Vale a pena, sempre vale a pena acreditar e continuar no caminho do bem!

Escrevi uma Carta para o Papa Francisco

Papa Francisco

Sim, eu escrevi uma carta ao Papa Francisco no mês de setembro e enviei aqui da minha cidade diretamente ao Vaticano.

Nasci aqui e desde criança ouço falar sobre uma maldição sobre este pequeno município e esta é a desculpa que alguns dos atuais moradores utilizam para justificar nosso atraso ao sermos comparados as cidades vizinhas.

Lendas à parte, escrevi pedindo uma benção para Guaramirim. Pedi porque tenho fé e acredito que Sua Santidade pode sim interceder junto ao Pai por todos nós. Acredito que para Deus, nosso criador, todos temos a mesma importância, mas nem todos a mesma dedicação exclusiva a fé e nós com nossos dons diferentes, podemos ter uma energia maior e mais intensa, ou não.

Este Papa me cativou, sinto-me acolhida por ele e assim como os que tem fé acreditam nas bençãos proferidas por padres ou religiosos, acredito que o acolhimento papal é uma graça sem precedentes.

Se o Papa um dia vai ler minha carta?

Não sei, não sei se chegará perto dela algum dia, mas a emoção de escrever e acompanhar a chegada através do rastreamento é indescritível.

Carta ao Papa

E se você tem um pedido à fazer e também quer escrever, o endereço, partindo de qualquer parte do planeta e em qualquer idioma é unicamente este:

Sua Santidade Papa Francisco
00120 – Cidade do Vaticano

Que as graças de Deus, independente das religiões, estejam sempre presentes na imensidão de nosso universo e que os seres humanos entendam que para nos aproximarmos da Suprema Sabedoria, a generosidade é o único caminho.

Bem Vindo o Papa, Bem Vindo Seja Quem For

Podemos dizer que estamos vivendo um ano bem movimentado no Brasil com Copa das Confederações, Manifestações Públicas e a Jornada Mundial da Juventude.

Em tudo que acontece, as redes sociais estão sendo as maiores propagadoras de informações como nunca antes na história, porém, nem sempre as informações são confiáveis e a necessidade de alguns em publicar suas vidas, suas opiniões, suas críticas e muitas vezes, sua total desinformação sobre o que falam, são constantes e totalmente dispensáveis.

Hoje todos dizem o que querem e defendem a chamada liberdade de expressão, seja de forma feroz ou sutilmente todos nós criamos uma necessidade de comentar tudo, dar nossa opinião, fazer valer aquilo que aprendemos ou achamos correto e principalmente, criticar o que não concordamos.

A vinda do Papa para o Brasil gerou uma séria discussão, como tantas outras, sobre a necessidade, os gastos, o direcionamento, vantagens e desvantagens da passagem da Jornada Mundial da Juventude.

E como sempre, as pessoas “levam para o lado pessoal” colocando sua opinião ou opção de vida acima dos demais.

Não importa qual religião promova um encontro como este, o importante são os frutos que se colhem. Vamos olhar por todos os ângulos antes de criticar:

– Se é gasto com segurança pública, por exemplo, sabemos que todo chefe de estado tem suas honras “adquiridas”. Venha o Papa, venha Obama, venha o Príncipe Charles, todo aparato público entra em ação;

– Se o trânsito é modificado, também é, por exemplo, em partidas de futebol, quando como animais irracionais, torcidas são separadas a maior distância possível e ruas são fechadas ou sentidos alterados, para evitar a selvageria da rivalidade em pleno 2013;

– Se a igreja, neste caso, católica, gasta grandes montantes neste evento, pode-se dizer que não é mais que um show de um grande astro da música. A diferença é que em eventos religiosos, se a “pregação” for realmente adotada por 10 em cada 100 participantes, o mundo melhora com mais solidariedade, tolerância e caridade, já com um show, o astro leva o dinheiro embora, você sentiu o prazer que o valor da sua entrada/ingresso lhe proporcionou e alguém ficou ainda mais rico e famoso (a opção foi sua e ninguém tem nenhum direito de lhe dizer que deveria ter empregado seu tempo e dinheiro de outra forma);

– Se o dinheiro vem dos adeptos da religião em questão, cada um investe naquilo que deseja. Se a fé da pessoa necessita de uma religião com preceitos, normas, sacramentos e tradições à serem seguidas, é uma opção dela. Criticar só vai fazer que cada vez mais ela se torne “fervorosa” para lhe provar o quanto é feliz com sua escolha. Não há instituição que sobreviva sem dinheiro, seja ela um clube de verão ou uma religião, você participa se quiser e respeita quem participa;

As sementes lançadas da discriminação e do preconceito hoje são árvores fortes e protegidas pela lei ambiental da desumanidade. Em tudo, não há tolerância para aceitar que o outro pense e haja diferente de você e mesmo assim ele e você possam estar certos, vivendo cada qual ao seu modo, sem precisar de agressão, contestação, rivalidade ou guerra.

Há pouco tempo, éramos manifestantes na rua contra a Copa das Confederações, não porque a Copa era ruim, mas porque ruim está todo o resto que faria bom uso do valor que foi investido em alguns jogos e cujos lucros em grande parte foram levados embora do país por uma minoria, mesmo assim, houve quem comprou os ingressos e assistiu os jogos e foi feliz deste modo. Temos que respeitar a opinião deles porque eles também tem liberdade de escolha.

Desde modo, você pode ser contra a religião, ou determinada religião, mas criticar não vai lhe fazer melhor que eles, do contrário, vai mostrar que ainda falta muito discernimento, tolerância e civilidade para você.

Precismos lutar pelo bem comum, por condições de vida melhor para todos e respeitando a todos. Todas as cores são belas e goste você mais do vermelho e eu mais d0 amarelo, somos humanos, o respeito e a harmonia nos fortalece.

Papa Francisco

Papa Francisco

Eu sou católica, tive uma tia freira e fui criada aprendendo o catecismo.

Não concordo com várias coisas que aconteceram no passado e ainda acontecem hoje, mas qual religião é perfeita se é feita de pessoas e nenhum de nós é perfeito?

Sou devota de Nossa Senhora das Graças e a minha maior objeção com a pregação religiosa é sobre Cristo, que acredito ter sido casado com Maria Madalena e que tenha tido filhos. Acho que as mulheres tiveram participação na igreja primitiva muito maior do que se pinta (minha opinião se baseia em estudos de história em livros de pesquisa histórica/científica sem nenhuma tendência religiosa).

Mas o fato é que meu carinho, admiração e fé em João Paulo II ofuscou totalmente a passagem de Bento XVI. Infelizmente, em nenhum momento, me senti “confortável” com seu papado e a renúncia pôs fim neste tempo.

Ontem me emocionei novamente, senti alegria, entusiasmo, fé no Papa Francisco I. Um escolhido da América Latina me fez sentir os olhos do mundo voltados para cá, um reconhecimento, um carinho, uma benção especial. Argentina é aqui do lado, que maravilha!

Que Deus abençoe este grande pastor na condução deste imenso rebanho e que a fé se fortifique através de decisões acertadas, tolerância, discernimento e muito amor.