Arquivos

MyHeritage – Conheça os Planos e Possibilidades

myheritage

Ancestralidade, o assunto que me fascina e que eu já comentei nesta postagem. Hoje trago um pouco mais sobre o MyHeritage – a plataforma para montar sua árvore genealógica.

São muitas funções disponíveis, cada qual acessível em conformidade com o plano que você deseja usufruir:

♦ O Plano Básico e Gratuito é para você, inciante, que deseja começar uma árvore com poucos dados, por exemplo: seus, dos seus irmãos, pais e avós. Minha sugestão é que crie sua conta gratuita e fique com ela por algumas semanas ou até meses para treinar o cadastramento de informações, as funções disponíveis e se você realmente quer embarcar nesta viagem. Com a conta gratuita você pode cadastrar até 250 familiares e tem acesso aos Gráficos (montagem de sua árvore para fotos que podem virar quadros de parede) e Livros (que são montados automaticamente com os dados que você cadastrar, para impressão,  encadernamento ou para guardar em *.pdf) além de outras boas funções. É claro que na grande maioria, quando você for acessar, aparecerá a telinha pedindo para você comprar outro plano mais completo.

árvoree e

Já uma assinatura de Plano Premium ou Premium Plus lhe dá o direito de aumentar o armazenamento de sua árvore genealógica online e recursos especiais para alavancar a sua pesquisa de genealógica.

♦ Ao atualizar um de seus sites da família (você pode criar várias árvores diferentes) para uma Plano MyHeritage Premium você passa a ter:

* Aumento do limite da árvore de família para 2.500 indivíduos para expandir sua árvore genealógica;
* Suporte prioritário para obter respostas rápidas;
* Family Tree Builder Premium – Combinação de Smart Match, Gráficos Tudo-em-Um e Mapas Interativos;
* Recursos especiais, como a Linha do Tempo;
* Smart Matching Avançado: confirme e rejeite coincidências, contate o administrador do site, mescla automática;
* Acesso às coleções de Membros e Sites de Família de MyHeritage no SuperSearch para expandir sua pesquisa.

assinatura-myheritage-1

♦ Com um Plano MyHeritagem Premium Plus:

* Número ilimitado de pessoas para crescer sua árvore genealógica;
* Suporte prioritário para obter respostas rápidas;
* Family Tree Builder Premium – Combinação de Smart Match, gráficos tudo-em-um e Mapas Interativos;
* Recursos especiais, como a Linha do Tempo e o Livro Cronológico;
* Smart Matching Avançado – confirme e rejeite coincidências, contate o administrador do site, combinação automática;
* Acesso às coleções MyHeritage em SuperSearch para expandir sua pesquisa;
* Acesso Ilimitado às Instant Discoveries™.

assinatura-myheritage-2

♦ Já com uma Assinatura de Dados fica permitido acesso total ao SuperSearch e Record Matches.

SuperSearch é uma ferramenta de pesquisa do MyHeritage que permite você procurar em mais de 7 bilhões de registros ao redor do mundo. Há muito conteúdo útil no SuperSearch para explorar. Ele inclui registros exclusivos que, em muitos casos, só estão disponíveis no MyHeritage.

Nós adicionamos constantemente novos dados ao SuperSearch, mais de 2.1 bilhões de perfis, 7 bilhões de registros históricos e 85 milhões de usuários registrados. Em um dia comum, os usuários de MyHeritage adicionam 2 milhões de perfis às suas árvores genealógicas. Isso significa que, mesmo que você não encontre o que procura no SuperSearch, tem uma chance do MyHeritage encontrar em breve para você.

Record Matches automaticamente encontra correspondências entre pessoas na sua árvore genealógica e bilhões de registros no SuperSearch e notifica tais correspondências. Uma assinatura de dados lhe permite confirmar ou rejeitar Record Matches, visualizar registros e baixá-los.

E mais, com os incríveis recursos, você pode salvar registros históricos diretamente na página de perfil dos indivíduos da sua árvore genealógica e extrair informações dos registros para a árvore genealógica.

Pode parecer complicado à primeira vista, mas é super simples e principalmente: organizado. Você se familiariza com os termos rapidamente e vai redescobrindo sua história passo à passo. Com sorte, alguém com os mesmos parentescos também está montando uma árvore e as correspondências lhe ajudam a unir as informações rapidamente. Você conta com a Central de Ajuda e o Blog para esclarecer suas dúvidas e para quem optar pelos planos mais completos, as respostas chegam mais rapidamente por e-mail e telefone.

Sobre os valores, eles variam. Há várias promoções que acontecem periodicamente, descontos para quem adquirir dois planos e sites parceiros que oferecem cupons. Eu paguei pelo Plano Premium Plus e Plano de Dados os valores abaixo. A assinatura é anual:

017767658d18e596485445c1c7bc1deb6ca62e3376

Além de todos estes recursos, há também o DNA Ancestral, mas este é um assunto para outra postagem. Tenho certeza que você vai se surpreender com suas descobertas e o novo mundo que passa a fazer parte de sua vida.

Chapecoense, O Time Que Conquistou O Mundo

62gpp5n5fs_9eh76k4ma9_file

Não conseguia pensar, muito menos escrever. A notícia, tão chocante quanto inacreditável inebriou os sentimentos, escureceu o entendimento, silenciou o futuro. Do sonho ao pesadelo, em poucas horas; da festa ao luto; da esperança de vitória em campo à insignificância perante a tragédia.

De repente títulos, times e suas rivalidades não tinham mais nenhuma importância e de um grande elenco que voou sorrindo, volta-nos aviões oficiais trazendo os que nunca mais poderão sorrir.

O mundo todo se uniu em uma só torcida, em uma só consternação, em uma corrente humanitária que eu jamais vi no mundo do esporte.

A incredulidade deu lugar a solidariedade. Era preciso fazer algo pelos sobreviventes, pelas famílias, pelos amigos, pelo clube, pelos torcedores; era preciso pensar, agir, agilizar, confortar e por mais dolorosa que fosse a completa escuridão da morte, era preciso iluminar a vida.

titulo

Aquele que disputaria um troféu em campo, o Atlético Nacional da Colômbia abriu mão do título que não pode mais ser disputado, nem é mais cobiçado e não tem mais o valor que tinha. Passou a ter outro sentido, passou a ser um símbolo de solidariedade, uma oportunidade de homenagear os que se foram e acalentar os que ficaram.

chape

Páginas inimagináveis se escrevem na história. A Chapecoense que era o Brasil na Copa Sul-Americana de Futebol, pintou de verde o mundo inteiro, silenciou torcidas, fez os campos de futebol terem a grama regada com lágrimas e nos envolveu em uma reflexão coletiva sobre a vida, sua importância e sua brevidade.

Minha bela Santa Catarina, que eu amo tanto, de onde eu nunca consegui escolher um único time para torcer e que eu jamais torci contra mesmo quando na disputa com um grande time nacional de coração, chora a perda daqueles que estavam nos enchendo de alegrias e orgulho, que mostravam a força de um povo humilde, trabalhador e que mais uma vez, tem que superar a dor e recomeçar.

Fica nossa oração pelos que se foram, pelos sobreviventes, por familiares, amigos, pela cidade de Chapecó, por todos aqueles que mostraram e mostram solidariedade, respeito e empenho para continuar a vida que segue, escrevendo seus dias.

15310393_1190073564408715_3127055_n.jpg

Breve histórico:

Associação Chapecoense de Futebol (ACF) é um clube de futebol brasileiro, sediado na cidade de Chapecó, Santa Catarina. Foi fundado em 10 de maio de 1973, com o objetivo de restaurar o futebol na cidade de Chapecó. Sua origem está ligada ao fato de que, na década de 1970, a região possuía apenas alguns times amadores, sendo inexpressiva em relação ao futebol profissional. Com o propósito de reverter esta situação, alguns desportistas da cidade, jovens apaixonados pelo esporte, decidiram se reunir para criar um time de futebol profissional para a cidade.

Às 22:15 h (hora local) de 28 de novembro de 2016 (1:15 h, do dia 29 de novembro no Brasil) uma aeronave da empresa venezuelana Lamia, com matrícula CP 2933 proveniente de Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, caiu em Cerro Gordo, setenta e sete pessoas a bordo, inclusive toda a equipe do time brasileiro da Chapecoense que iria a Medellín onde disputaria uma partida contra o Atlético Nacional pela final da Copa Sul-Americana.

O time teve um voo direto a Medellín vetado pela Agência Nacional de Aviação Civil, então serviu-se da escala na Bolívia, para onde viajou em voo comercial. Deixaram de acompanhar a equipe os jogadores Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima que não seriam usados pelo técnico Caio Júnior; também não acompanhou o time o prefeito de Chapecó, que fora convidado a integrar a comitiva. Rodrigo Ernesto e Pablo Castro, que são responsáveis pela logística do clube, já estavam na Colômbia, onde aguardavam sua chegada.

Título Profissional

Vocês vão me considerar muito “antiga” depois desta, mas em 1994, aos 14 anos, eu recebia meu primeiro “Título Profissional” e já poderia trabalhar como “Datilógrafa” em qualquer empresa. Nesta época não havia nenhuma lei impedindo menores de 16 anos de trabalharem, eu comecei os cursos cedo e aos 14 anos trabalhava como balconista em uma papelaria da minha cidade.

E eu tive duas “máquinas de escrever”, uma meus pais compraram de segunda mão, quando eu tinha 11 anos (deve ser por isso que eu tenho uma letra “ilegível”). Mesmo sem saber “digitar” comecei a redigir todos os meus trabalhos escolares “à maquina” e não parei nunca mais de preferir algo mecânico (ou atualmente, informatizado) para escrever.

Então aos 13 eu comecei o curso que não era fácil não.

 Foi quase um ano datilografando folhas e folhas, aprendendo a colocar as mãos adequadamente sobre o teclado e sendo monitorada de perto pelo professor. Nada de querer adiantar os exercícios ou datilografar de qualquer jeito só para acabar rápido. Se ele nos visse “fora das regras” tínhamos que começar tudo novamente, da primeira linha da página. A prova final consistia em dizer a sequencia das “teclas” tendo um quadro de fundo com a imagem da máquina de escrever em que toda turma podia conferir nosso “desempenho”. Havia um exercício final para ser executado em x minutos, se nós conseguíssemos, além do título de Datilógrafo, no verso do Diploma ia uma anotação sobre nossa agilidade.

Formada, ganhei dos meus pais uma Máquina de Escrever Olivetti Studio 46 novinha, top de linha! Imaginem minha alegria? Pois é, tenho a máquina de escrever até hoje lá guardadinha no fundo de um armário. Para utilizá-la haviam “fitas” para ser compradas e trocadas e um corretivo em mini folhinhas, pois é claro que não havia como só clicar na “setinha” e apagar, não é?

Todos as fotos da família organizei em vários álbuns por sequência de data e datilografei abaixo de cada uma os nomes e ao que se referiam. Depois vieram as câmeras digitais e o álbum simplesmente deixou de ser atualizado. Tudo ficou arquivado no computador e me pego muitas vezes pensando no que realmente era melhor.

Quem teve uma “máquina de escrever” levante a mão! Foram bons tempos, podem acreditar.