Arquivos

Sarahah

Você conhece o aplicativo sensação do momento?

Com ele você manda mensagens anônimas para a pessoa que disponibilizar seu link Sarahah que em árabe significa “franqueza”, ou seja, você diz para a pessoa o que realmente pensa sobre ela.

A ideia é boa, serviria para dizer aquelas verdades que às vezes não temos coragem para dizer, o problema é que infelizmente as pessoas poderão utilizar para ofensas e aí, o aplicativo não durará muito.

Por enquanto estou feliz esta é a primeira mensagem anônima que recebi:


E então, o que você gostaria de me dizer?

É só clicar na imagem!

Semana de Habilidades Financeiras

Investimentos

No dia 17 de junho, se dará início a Semana de Habilidades Financeiras – 6ª Edição, treinamento 100% online e gratuito, onde será explicada na metodologia simples e descomplicada de João Mendonça, Contador e Bacharel em Ciência da Computação, Mestre em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP), como aprender Matemática Financeira com a Calculadora Financeira HP-12C.

Se você (como eu) não tem a calculadora, não há problema, é só baixar um aplicativo para seu Smartphone, super prático. No vídeo seguem algumas dicas. Estou, particularmente, usando este aqui:

Nesta página você pode fazer sua inscrição e receber as aulas por e-mail ou Whats App.

Site, Facebook e YouTube são os canais disponíveis para entrar em contato e acessar todo material disponibilizado.

Veja como é importante para sua vida desenvolver habilidades financeiras:

“Imagine você podendo, do ponto de vista financeiro, aceitar ou não uma proposta, ou ainda escolher entre as melhores propostas, ou, ainda mais, incrementar seus negócios fazendo cálculos de vendas e compras financiadas a prazo, ou avaliando e conferindo os seus investimentos, ou tomando decisões financeiras, enfim imagine você realizando cálculos financeiros em geral.

Ao longo de 18 anos que ensino Matemática Financeira, pude presenciar a transformação que o conhecimento de Matemática Financeira trouxe aos meus alunos. O que antes era imaginação para cada um, tornava-se realidade.

Sou um apaixonado por finanças. Mas, a minha maior paixão, é poder ajudar as pessoas a desenvolver suas habilidades financeiras.

É por isso que elaborei o Programa de Matemática Financeira para Negócios. É um programa gratuito, em vídeos que abordam conteúdos relevantes relacionados a Matemática Financeira, sempre voltada ao mundo dos negócios. E ainda utiliza como ferramenta a calculadora financeira HP-12C e planilhas eletrônicas como o Excel.

É útil tanto para seu negócio, como para atuar no seu local de trabalho e para suas transações pessoais.”

Fonte: Matemática Financeira para Negócios 

Ainda está em dúvida, então veja este vídeo e quão prático e útil se torna seu dia a dia com um simples cálculo:

Tenha acesso aos questionamentos atuais:

  • A Aparência e a Realidade Provocadas pela Inflação
  • Como Embutir a Inadimplência na Taxa de Juros
  • Como Construir um Patrimônio Expressivo Usando o Poder de Capitalização da Matemática Financeira
  • Como Escolher a Melhor Proposta de Pagamento
  • Como Avaliar se um Negócio dá Lucro e Prejuízo ao Mesmo Tempo

 Inscreva-se, participe, esta já é a 6ª edição de sucesso. É grátis e vale muito!

Para você que é leitor do Jardim Valentina, há mais um presente: O Manual da Calculadora HP 12C ajustado com minhas anotações pessoais. É a união em um único arquivo do manual e do guia originais HP para que você possa aprender ainda mais e ter sempre à mão.

Recupere Créditos Tributários

Internet Banking

Você já conheceu o Luiz Fernando nesta postagem e agora venho apresentar mais uma ferramenta útil e lucrativa para sua microempresa, empresa de pequeno porte ou comércio que fez a opção pelo Simples Nacional: o E-Tributo.

Esta ferramenta importa dados de planilhas em Excel e gera um arquivo sobre a economia possível nos tributos.

Seja qual for o segmento de sua empresa, a ferramenta é ajustada conforme a necessidade e o levantamento realizado para a correta classificação de produtos.

Conheça todo o trabalho e serviços prestados pelo Portal INMEI, entre em contato para assessoria especializada e continue progredindo em seus negócios.

Minhas Economias

Minha Economias

Com o mercado sempre mais competitivo, organização é uma das chaves para o sucesso, além disto, tivemos eleições este ano e fomos bombardeados por uma série de especulações financeiras assustadoras para nosso futuro. É preciso cuidar de nossas finanças e procurar mesmo em tempos difíceis, manter uma reserva e obter algum rendimento.

Já postei aqui sobre vários aplicativos financeiros, sendo que utilizei por mais de um ano, o “Meu Dinheiro com Money Free” e continuo indicando-o para quem utiliza dispositivos com sistema operacional IOS e queira pagar alguns dólares, mas, por uma falha no próprio aplicativo que deixou de funcionar após uma atualização (e voltou a funcionar após eu escrever para o suporte) conheci o gerenciador financeiro Minhas Economias.

Que bela surpresa ao encontrar tudo que eu precisava, da forma que eu precisava, sendo surpreendida nos pequenos e fundamentais detalhes que deixam o gerenciador completo e dinâmico, facilitando o dia-a-dia ao máximo.

Gerenciador Financeiro Online e Gratuito

“Fazer o controle financeiro ficou mais fácil. Organize suas contas, mantenha o orçamento em dia e faça o planejamento financeiro do seu futuro. Tudo isso pela web e o melhor, é 100% gratuito!”

Aplicativos de Controle Financeiro

“Com os aplicativos financeiros do Minhas Economias para Android e iPhone você faz o seu controle financeiro de qualquer lugar. Para lançar as suas receitas e despesas não é preciso estar conectado à internet. Fica tudo registrado no celular, e quando estiver online é só fazer a sincronização com a sua conta no site do Minhas Economias.”

Além de um blog completíssimo e sempre atualizado, o gerenciador conta com Comparativo de Fundos, Gerenciador de Sonhos, Educação Financeira, Cursos de Controle Financeiro e pronto atendimento via Web, G+, Facebook e Twitter.

No ar desde 2008, com cadastramento fácil e rápido, além da segurança dos dados criptografados, passa a ser a minha opção de controle financeiro e a que eu indico para vocês.

Consultem a página, habituem-se ao layout e aproveitem ao máximo todas as ferramentas. Minha dica é dividir as categorias e sub-categorias detalhadamente para ter uma dimensão exata de onde seu dinheiro está indo. Desta forma, saberá onde economizar e onde o rendimento é maior.

Depois que você tem o controle do seu próprio dinheiro até o último centavo, pode consultar seu movimento financeiro em qualquer tempo e lugar, se programar sabendo exatamente quanto tem e quanto pode investir, suas noites de sono são mais tranquilas e seus dias de acordo com sua realidade, sem sustos.

Boa economia para você!

Obs.: Alguns dados desta postagem foram reproduzidos na íntegra da página do gerenciador.

Devolução de ICMS, você já pediu?

Nota Fiscal

Você conhece a iniciativa que devolve parte do ICMS que você paga?

Vários estados possuem e você pode ter algo à receber e nem sabe. Além de concorrer à prêmios que podem dar aquela ajuda no orçamento.

O Programa Nota Fiscal Paulista, por exemplo, devolve 30% do ICMS efetivamente recolhido pelo estabelecimento a seus consumidores. Ele é um incentivo para que os cidadãos que adquirem mercadorias exijam do estabelecimento comercial o documento fiscal. Os consumidores que informarem o seu CPF ou CNPJ no momento da compra poderão escolher como receber os créditos e ainda concorrerão a prêmios em dinheiro.

O cadastro é rápido e fácil através do site e se optar por depósito em conta, o prazo é de 07 dias. O valor do primeiro depósito é de R$ 25,00 – se você tiver menos que isso, terá que acumular até este valor para poder fazer o primeiro resgate.

Recebi o depósito pontualmente no sétimo dia. O sistema ainda demorou mais alguns dias para apresentar os outros valores de crédito aos quais tenho direito.

A Nota Carioca segue o mesmo estilo e o cadastro pelo site é semelhante ao de São Paulo, porém neste tive dificuldades.

Meu cadastro não foi liberado prontamente e tive que enviar um formulário autenticado para a Prefeitura do Rio de Janeiro. Enviei por carta registrada e já no dia seguinte minha senha foi liberada, mas neste estado eu só tinha R$ 0,12 em crédito.

Entre outras cidades e estados que oferecem o benefício estão: Brasília, Curitiba, Belo Horizonte, Rio Grande do SulSergipe, Alagoas e Rondônia.

Há também incentivo através de sorteios cadastrando os cupons ficais por torpedo em Minais Gerais, Rio de Janeiro e no Paraná.

Garimpando na internet com certeza você vai encontrar o programa em outras cidades e estados.

Lamento não haver nada assim aqui em Santa Catarina, poderiam também nos incentivar neste estado tão comercialmente forte.

Muita gente, como eu, faz compras pela internet, então não importa onde você resida, vasculhe suas notas fiscais e veja de onde vieram suas compras, quem sabe não há um dinheirinho esperando por você ou até um prêmio?

Aproveitem e boas compras!

Cartões de Fidelidade – Valem a Pena?

Cartões de Fidelidade

E quem não tem um ou muitos Cartões de Fidelidade e junta pontos para serem trocados por produtos ou descontos?

Supermercados, lojas, farmácias, postos de combustível, restaurantes ou lanchonetes e uma série de segmentos do comércio oferecem seus cartões na intenção de fidelizar o cliente, disponibilizando um atrativo para que este considere seu estabelecimento como o melhor para suas compras e volte sempre.

Eu, particularmente, tive que encontrar uma “super carteira” para que possa levar todos comigo, afinal, nunca sei qual vou utilizar:

Carteira

Mas a pergunta é – valem a pena mesmo?

O que eu vou responder soa meio ingrato ao esforço do comércio, porém, o fato é que os cartões de fidelidade valem a pena sim, desde que você não seja fiel.

Quero dizer que sempre vale a pena a pesquisa e até mesmo, um bom nome no comércio em geral, independente dos que oferecem este tipo de benefício. Algumas vezes pesquisando você vai comprar o mesmo produto mais barato, com a mesma qualidade e até a mesma marca e a diferença de valor paga aquele brinde que você ganharia juntando seus pontos.

Eu sou do tipo que pesquisa mesmo, se tiver tempo disponível procuro até três lugares diferentes para encontrar o mesmo produto com um valor mais acessível e como todos sabem, a diferença por vezes chega a assustar. Claro que tudo tem que ser colocado na balança: seu tempo e combustível também valem muito, você tem que saber se vale a pena andar mais um pouco ou comprar no primeiro lugar que aparece. Uma boa pedida é a pesquisa online.

Sou adepta das compras online. Consigo bons preços juntando vários itens e conseguindo também o desconto no frete, mas também para isto tem que haver cuidado. Novamente recomendo o site Reclame Aqui para avaliar a reputação da empresa com quem vai negociar, antivírus e uma minuciosa “inspeção” na página para tentar encontrar qualquer direcionamento para um link suspeito. Outra dica é entrar em contato pelas redes sociais da página e ver se respondem com brevidade e qual o relacionamento que estão tendo por lá.

A minha experiência com os cartões geralmente foi boa. Já obtive alguns produtos desta forma e já perdi muitos pontos por ter vencido o tempo estipulado e os mesmos terem “expirado”, alias, isto de invalidar os pontos é algo que considero um “fora” dos estabelecimentos. Se os pontos não vencessem com brevidade, geralmente um ano, haveria algum impulso para voltar, mas pontos vencidos nos afastam, nos fazem pensar que não vale a pena.

Pelo sim e pelo não, continuo aceitando todos os Cartões de Fidelidade que me oferecem, sempre tendo o discernimento de não me “apoiar” neles para concretizar minhas compras. A economia é sempre o melhor caminho, com ou sem brindes.

O Destino da Casca do Coco Verde

Esta postagem contém reprodução parcial da matéria “Coco – Qual destino dar à casca?” da Revista “A Lavoura 690/2012” inserido ao contexto geral.

Coco

O crescente consumo de água de coco no país gerou um ‘volumoso’ problema para os grandes centros urbanos, sobrecarregando os aterros sanitários. Cerca de 70% do lixo das praias brasileiras são compostos de cascas de coco verde.

Mas o aproveitamento desse resíduo é uma realidade, não só em atividades agrícolas, como pela construção civil e pela indústria, como a automobilística.

O expressivo crescimento do consumo de água de coco — considerada um isotônico natural — no país gerou um grave problema para as empresas de limpeza urbana. A água de coco representa entre 20% e 25% do peso total do fruto e a casca pode demorar até oito anos para se decompor. Um copo de 250 ml de água de coco gera mais de um quilo de lixo.
Devido ao seu grande volume, este lixo transformou-se num problema para os serviços municipais de coleta, sobrecarregando os aterros sanitários e vazadouros, favorecendo a presença de vetores transmissores de doenças, mau cheiro, e possibilidade de contaminação do solo e da água.
O Nordeste é o principal produtor do coco distribuído em todo o país, especialmente nos grandes centros urbanos como Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, e nas praias das capitais da região Sul durante o verão. Apenas na orla do Rio de Janeiro estima-se que o consumo chegue a dois milhões de cocos por mês.
Mas as pesquisas e soluções para o aproveitamento da casca de coco estão bastante avançadas e as alternativas são muitas.

Aproveitamento da Casca

A utilização da fibra de coco é uma boa alternativa não só para ajudar a salvar o xaxim, como também para dar destino a mais de 800 toneladas de casca de coco verde descartadas por ano no Brasil. É do tronco da Dicksonia Sellowiana, também conhecida como samambaiaçu, que se extrai o xaxim. Típica da Mata Atlântica, essa planta pode chegar a 20 metros de altura e sua exploração indiscriminada a colocou na lista oficial das espécies brasileiras ameaçadas de extinção.
A tecnologia de processamento das cascas de coco verde desenvolvida pela engenheira química Morsyleide de Freitas Rosa, pesquisadora da Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza/CE), em parceria com a metalúrgica Fortalmag, transforma esse resíduo em uma nova opção de renda para o produtor. O processamento das cascas gera fibras e substrato. As fibras são utilizadas para a confecção de diversos produtos para uso agrícola, pela indústria e construção civil, em substituição a outras fibras naturais e sintéticas. O pó, rico em potássio e nitrogênio, como adubo orgânico. A casca de seis cocos produz um quilo de fibra.

Substrato Agrícola e Fibra Bruta

Segundo Morsyleide Rosa, o pó e a fibra gerados pelo processamento são posteriormente transformados, respectivamente, em substrato agrícola e fibra bruta. O substrato é muito utilizado no cultivo de plantas e na horticultura avançada, pois favorece o manejo mais adequado da água, evitando a umidade excessiva e favorecendo a atividade fisiológica das raízes. Utilizada há várias décadas como um produto isolante em diversas situações, a fibra de coco tem hoje uma diversidade de aplicações — pelas características que apresenta — que acompanham o aumento da demanda crescente por produtos ecologicamente corretos.

Tecida em forma de manta, é um excelente material para ser usado em superfícies sujeitas à erosão provocada pela ação de chuvas ou ventos, como em taludes nas margens de rodovias e ferrovias, em áreas de reflorestamento, em parques urbanos e em qualquer área de declive acentuado ou de ressecamento rápido.

Alternativa ao Sintético

A fibra pode ser também uma alternativa viável ao material sintético, como as fibras de vidro, podendo conferir propriedades interessantes em materiais poliméricos, como boa rigidez dielétrica, melhor resistência ao impacto e características de isolamento térmico e acústico.
Na indústria de embalagens existem projetos para a utilização da fibra de coco, como carga para o PET, podendo gerar materiais plásticos com propriedades adequadas para aplicações práticas. O resultando será uma bem vinda contribuição para a resolução de problemas ambientais ao reduzir o tempo de decomposição do plástico.

A indústria da borracha é receptora também de grande número de projetos envolvendo produtos ecológicos diversos, desde a utilização da fibra do coco maduro e verde na confecção de solados de calçados, até encostos e bancos de carros.
Devido às suas excepcionais performances acústicas, a fibra de coco (verde e maduro) contribui para uma redução substancial dos níveis sonoros, sendo a solução ideal para muitos dos problemas na área acústica, superando largamente os resultados obtidos com a utilização de outros materiais.

Coco na Construção Civil

A crise energética mundial tem motivado o desenvolvimento de pesquisas sobre o fibrocimento ou fibro-concreto devido ao fato de a fabricação de cimento exigir menor demanda de energia comparada com a necessária à fabricação do aço ou dos plásticos. Assim, no Brasil, a utilização da fibra de coco verde na construção civil pode criar possibilidades no avanço da questão habitacional, através da redução do uso e do custo de materiais, envolvendo a definição de matrizes que inter-relacionam aspectos políticos e socioeconômicos.

Além dos usos já citados, a fibra da casca de coco verde pode ser utilizada na confecção de vasos, placas e bastões para o cultivo de diversas espécies vegetais. Além de substituírem os vasos e demais utensílios de barro, cimento e plástico, também substituem o principal subproduto extraído da samambaiaçu – o xaxim. A confecção de artesanatos variados também representa uma importante forma de aproveitamento da fibra da casca de coco verde, voltados especialmente aos turistas de outros países, grandes consumidores deste tipo de produto.

Pó de Coco no Cultivo Agrícola

Assim como a fibra, o pó da casca de coco verde pode ser utilizado na confecção de artesanato, compondo uma massa moldável que também origina uma grande gama de produtos. Esse material é amplamente utilizado em diferentes partes do mundo como substrato para plantas. O substrato obtido a partir dos frutos maduros do coco tem se mostrado como um dos melhores meios de cultivo para a produção de vegetais, principalmente em função de sua estrutura física vantajosa, que proporciona alta porosidade e alto potencial de retenção de umidade, características adequadas ao cultivo agrícola.
O pó de coco é um meio de cultivo 100% natural utilizado para germinação de sementes, propagação de plantas em viveiros e no cultivo de flores e hortaliças. Como o preço da turfa está cada vez mais elevado e as extratoras de turfas foram fechadas, o pó da casca de coco verde surge como uma alternativa que evita a aplicação de substratos que produzem impactos ambientais negativos (turfas, areia, entre outros). As características de absorção de líquidos do pó também possibilita seu uso em derramamentos de óleo e como cama para animais de estimação e laboratório. Comprimido, o pó se transforma em um bricket que substitui a madeira em fornos de pizzarias, padarias, siderúrgicas e outros.

O processo para obtenção da fibra e do pó da casca do coco verde é feito mecanicamente, com a utilização de um conjunto de equipamentos desenvolvidos por meio de parceria entre a Embrapa e a metalúrgica Fortalmag. A implantação de uma unidade de beneficiamento de casca de coco verde pode assumir uma grande diversidade de formas, em razão do produto final pretendido. No caso de uma unidade para a produção de substrato agrícola e fibra bruta, é necessário um galpão para processamento de 200 m² e uma área de armazenamento de igual tamanho. Considerando o custo por metro quadrado de área construída de R$ 350,00, tem-se um investimento em obra civil da ordem de R$ 140.000,00. Soma-se a este valor o investimento em equipamentos da ordem de R$ 50.000,00. Uma unidade deste porte tem capacidade para beneficiar mais de 5.500 toneladas de cascas de coco por ano, produzindo 250 toneladas de fibra e 485 toneladas de pó. O tempo de retorno esperado para o investimento é de um ano.

Coxim ao Invés de Xaxim

Resultados de três anos de pesquisas conduzidas pela pesquisadora Maria Esmeralda Demattê, da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) comprovam que os artefatos produzidos com a fibra do coco são uma das mais importantes alternativas ao xaxim nativo. Conhecido popularmente como ‘coxim’, o xaxim de coco é uma mistura na qual a base é a fibra da casca do coco, misturada a algum aglutinante. Resistente e durável, tem boa aeração e drenagem, dispõe de nutrientes e pH adequados ao cultivo de plantas. A fibra também pode ser usada para a confecção de vasos, placas e bastões para o cultivo de diversas espécies vegetais. O substrato, por sua vez, possui as mesmas propriedades biológicas do xaxim. Outra constatação é que o ‘coxim’ supera o xaxim em teor de fósforo, magnésio e potássio, elementos fundamentais para o desenvolvimento das orquídeas.

Tecnologia de Processamento da Casca de Coco Verde em Grande Escala

TRITURAÇÃO: a máquina de trituração utiliza facas rotativas em disco, fatiando a casca que, em seguida, passa por marteletes fixos, responsáveis pelo esmagamento da parte fibrosa do fruto.
PRENSAGEM: o material triturado é transportado para uma prensa rotativa horizontal, composta por um conjunto de cinco rolos emborrachados, que extrai o excesso de líquido do produto triturado.
Ao final da prensagem, são obtidas as cascas desintegradas, com a umidade reduzida, e, como efluente, o líquido da casca de coco verde (LCCV).
Análises preliminares do LCCV identificaram a presença de açúcares fermentescíveis, compostos fenólicos, cátions (cálcio, magnésio, potássio e sódio) e ânions (cloreto, bicarbonato e sulfato), além de elevados valores de DQO e DBO. Tais características indicam a necessidade de tratamento adequado para esta água residuária gerada no processo de beneficiamento da casca de coco verde.
SELEÇÃO: após a prensagem, as fibras, que correspondem a 30% do produto final, são separadas do pó, equivalente a 70%, em uma máquina selecionadora, que utiliza marteletes fixos helicoidais e uma chapa perfurada.

Vejam os modelos de máquinas de uma marca em ação, possibilitando o processo para pessoas com qualquer quantidade de matéria prima:

E a reportagem do Globo Rural sobre as alternativas da fibra de coco:

Eu mesma estou recolhendo cocos verdes em um estabelecimento vizinho e de forma manual processando e utilizando em plantas, flores, hortaliças e frutíferas de forma bastante proveitosa. Não consigo chegar a triturar, então uso pedaços maiores, picados à facão e misturados com terra e adubos.

É a natureza nos presenteando sempre!